Alunos do Senac Rio Preto lançam filme: Redes de Ambição

0
491

sencQuem imaginaria que alunos de informática se tornariam atores? Para docentes do Senac Rio Preto, essa foi a proposta para tentar desenvolver o conhecimento, antes aplicado em sala de aula, de maneira diferente. O projeto deu tão certo que nesta segunda-feira, 1º de dezembro, o filme de ação policial Redes de Ambição será apresentado na unidade, envolvendo alunos, professores e apresentando uma inovadora metodologia de ensino.

O projeto desenvolvido pelos docentes André Polvani, Eloiza Caron, Fábio Augusto da Silva Zibiani, Lênio Flávio Pinto e Renato Costa Ribas, envolveu não só os 25 alunos do Técnico em Informática, mas alunos também das áreas de administração, enfermagem, design de interiores e nutrição, que colaboraram para os cenários, cenas do filme e até mesmo no roteiro.

Foram mais de 100 horas de gravação, que duraram quase dois meses, 27 dias de filmagens e 20 de pós-produção. O resultado final é a trama em torno do personagem Erick, um jovem hacker que trabalha em uma empresa e descobre um desvio para contrabando. Ao tentar desvendar o caso, acaba morto, deixando um grande mistério a ser desvendado por uma equipe de investigação, que usará conhecimentos em tecnologia de rede de computadores para desvendar o caso.

Todo o roteiro foi pensado relacionando as matérias do curso, apresentadas em novo formato. “Transformar as aulas técnicas em algo totalmente diferente do cotidiano vivido dentro de várias instituições de ensino foi nosso desafio. No roteiro, os alunos encontraram o desenvolvimento das competências do módulo que eles estavam cursando, e assim aprenderam de forma diferente as técnicas computacionais aprendidas no curso”, conta Lênio Flávio, um dos diretores.

No início, a ideia pareceu ambiciosa demais, mas os alunos assumiram o peso da responsabilidade e compareceram em 100% das filmagens. “Reduzimos em 98% as evasões da turma. Com isso, automaticamente temos a certeza de que todos os outros problemas que normalmente existem sala de aula foram resolvidos”, comentou o docente Renato Ribas.

Para o aluno Ivan Papani Basso, a experiência foi inusitada e trouxe uma visão totalmente diferente do aprender. “Com esse projeto descobri que tudo posso quando mediado por pessoas interessadas realmente na educação e desenvolvimento”, conta o aluno. Para Mariana Lamão, a oportunidade fez outras aulas, fora do Senac, se tornarem desinteressantes. “Me inscrevi no curso imaginando que seria meio cansativo, convencional e tudo que eu pensava não aconteceu: fiz muitos amigos e aprendo de forma prazerosa, estou até triste por termos finalizado o filme, pois quero mais”, comentou a aluna.

A nova metodologia de ensino deu tão certo que há projetos de um segundo filme. “Com a gravação do Redes de Ambição conseguimos desenvolver uma nova metodologia de ensino, que propõe a motivação e diversificação na forma de educar. Com o trabalho concluído, há uma satisfação enorme e sentimento de objetivo cumprido, tanto dos alunos quanto dos professores. A aprendizagem envolveu trabalho em equipe, comunicação, desenvoltura, responsabilidade e crescimento individual. Já estamos pensando no segundo filme”, promete um dos diretores do projeto André Polvani.

O filme terá aproximadamente 60 minutos de duração e tem classificação livre. Será exibido na segunda-feira, 1º de dezembro, às 19 horas, para convidados, e com exibição online via streaming no Youtube. Depois, será disponibilizado no canal do Youtube oficial do filme.

Data: 1º de Dezembro

Horário: 19 horas

Loca: Senac Rio Preto -Rua Jorge Tibiriçá, 3518, Santa Cruz

Informações: (17) 2139-1699

 

Artigo anteriorNatália Sarraff protagoniza ensaio fotográfico e anuncia carreia solo
Próximo artigoSobremesas são opções para ceias e também para presentear
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.