5 atividades refrescantes para aproveitar no Carnaval de Bonito (MS)

0
22

Quem busca se conectar com a natureza, e prefere fugir do agito, encontra em Bonito uma infinidade de atrações para se refrescar na temporada mais quente do ano e também no Carnaval.

A cidade do Mato Grosso do Sul é reconhecida por abrigar um mundo de águas cristalinas perfeito para atividades como flutuação e mergulho – o que não pode faltar em um roteiro pela região, é claro -, mas as opções vão muito além.

As belezas naturais de Bonito costumam ficar ainda mais exuberantes nessa época do ano, afinal, é quando as cachoeiras e rios estão mais cheios.

A seguir, a Acqua Studio de Viagens, agência especializada em oferecer roteiros e experiências de Bonito, Serra da Bodoquena e Pantanal, separou cinco atividades imperdíveis para quem está buscando o que fazer em Bonito no Carnaval.

Flutuação

É impossível falar em Bonito e não pensar em um passeio de flutuação. Afinal, a atividade é o carro-chefe desse paraíso do ecoturismo, proporcionando um contato com a natureza da região de uma forma única e inesquecível.

Na região, é possível fazer a atividade em nascentes, leitos de rios, cavernas e dolinas. As águas cristalinas dos principais rios do destino, como Sucuri, do Peixe e da Prata, permitem uma grande visibilidade da vida subaquática, incluindo cardumes de peixes coloridos e diversos exemplares da flora local.

Entre os lugares para fazer flutuação em Bonito, se destacam: a Nascente Azul, no Rio Sucuri, ideal para iniciantes no uso da máscara e do snorkel; o Aquário Natural, onde a atividade acontece no Rio Baía Bonita, e chama a atenção pela transparência das águas cristalinas e pela quantidade de peixes; e o Recanto Ecológico Rio da Prata, de onde se avistam pintados, dourados e tartarugas.

Bote e boia cross

O passeio de bote, similar ao rafting, é ideal para quem não dispensa um pouco de adrenalina. Bonito possui diversos espaços que realizam a atividade, como o Eco Park Porto da Ilha.

O passeio acontece no Rio Formoso, a 12 quilômetros da cidade, e percorre corredeiras e cachoeiras, além de possibilitar a contemplação de toda a natureza ao redor e dos animais silvestres. Nos dias mais quentes, vale a pena aceitar a recomendação do guia/condutor e tomar um banho de balde com as águas do rio em uma espécie de batismo local!

Mergulho

Para os amantes da vida subaquática, fazer um mergulho em Bonito é praticamente obrigatório. O destino sul-mato-grossense tem opções tanto para quem vai mergulhar pela primeira vez, quanto para os mergulhadores mais frequentes.

As principais atrações que oferecem o passeio de mergulho são: o Abismo Anhumas, que possui visibilidade de até 60 metros, de onde se pode admirar a floresta de enormes cones calcários submersos no fundo do lago; e a Gruta do Mimoso, considerada uma das mais belas cavernas para mergulho no mundo.

Cachoeiras

Durante o verão, as temperaturas podem chegar aos 35 graus na região de Bonito, portanto, as cachoeiras são um verdadeiro convite a se divertir e se refrescar.

Entre os principais destaques do destino estão: a Cachoeira Boca da Onça, a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul, com 156 metros de altura; o complexo de quedas da Estância Mimosa, que conta com dez cachoeiras e oferece uma bela amostra da vegetação da região da Serra da Bodoquena; e as sete cascatas do Rio Chapena na Fazenda Ceita Corê.

Rapel

A cachoeira mais famosa da região também proporciona outra atividade bastante procurada durante o verão: o rapel. Ideal para os mais aventureiros, o passeio acontece na Boca da Onça entre as cidades de Bonito e Bodoquena, e envolve tanto a descida de 90 metros – que lhe rende o título de rapel de plataforma mais alto do Brasil -, quanto as trilhas e cachoeiras com paradas para banho.

Mais informações: acquaviagens.com.br/