Cachaça movimenta turismo em destinos brasileiros

0
18
cachaça

A cachaça, patrimônio cultural do Brasil, tem impulsionado a economia de vários municípios do país e atraído turistas de todo o mundo. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), sua produção pode ser encontrada em mais de 800 cidades brasileiras, sendo mais da metade fabricada nos estados de São Paulo, Pernambuco, Ceará, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Ao todo, o Brasil produz anualmente 1,4 bilhão de litros de cachaça e exporta a bebida para países como Alemanha, Paraguai, Itália, Uruguai e Portugal.
 

Em alguns destes municípios brasileiros é possível também realizar atividades turísticas como a visitação, degustação e até a harmonização da cachaça com outros ingredientes gastronômicos. Diante de toda essa potencialidade, a Agência de Notícias do Turismo preparou um “roteirinho” com alguns destinos do país para os apaixonados e curiosos pela bebida, que é o destilado mais consumido do Brasil e o terceiro do planeta.
 

PARATY (RJ)

Sinônimo e referência em cachaça, a cidade fluminense é uma das produtoras mais antigas da bebida – desde a época do Brasil Colônia (1.600). Hoje, os alambiques existentes são atrações turísticas para ninguém botar defeito. Entre as principais destaca-se o Engenho D’água, produtora da cachaça bicentenária “Coqueiro”, e o Engenho d’Ouro, onde o visitante pode se deliciar com uma culinária caseira e cachoeira. Além disso, a cidade possui um museu específico da bebida, situado no alambique Paratiana, e sedia, anualmente, o Festival da Cachaça, Cultura e Sabores.
 

TIRADENTES (MG)

MG é repleto de destinos inesquecíveis onde é possível apreciar a bebida. Por aqui, escolhemos a cidade de Tiradentes, que possui uma longa história de produção de cachaça e que fica perto de outras localidades imperdíveis. A 20 km de lá, em Coronel Xavier Chaves, o visitante pode encontrar o alambique mais antigo do Brasil.

Um pouco mais perto, no distrito de Bichinho, o turista consegue acompanhar todo o processo de fabricação, desde o canavial até o armazenamento, terminando com a degustação. Se quiser levar de lembrança, o Ateliê da Cachaça oferta mais de 1.100 rótulos para você escolher.
 

LUIZ ALVES (SC)

Quem disse que só há produção de vinhos em Santa Catarina? No estado, a cidade de Luiz Alves ostenta o título de Capital Catarinense da Cachaça. Famoso pela produção de destilados à base de melado, o município possui uma rota com dez alambiques premiados, abertos para a visitação de turistas, que podem acompanhar o processo de fabricação do destilado e, depois, degustarem as bebidas.

A produção de cachaça é um dos principais eixos econômicos da cidade e já rendeu a aproximação com distribuidores na Europa e nos Estados Unidos. Situada no Vale Europeu, Luiz Alves fica perto de destinos famosos, como Blumenau, Joinville e Balneário Camboriú.
 

INDIAROBA E SANTA LUZIA DO ITANHY (SE)

O Nordeste brasileiro também possui diversos atrativos para os amantes de uma boa cachaça. Nas cidades de Indiaroba e de Santa Luzia do Itanhy, em Sergipe, é possível viajar no tempo, mais precisamente até o período colonial, para conhecer a importância dos engenhos, da prática canavieira e da produção de cachaça.

Entre os atrativos da rota está a visita à Fazenda Priapu, onde é possível conhecer o processo artesanal de produção da bebida desde a colheita da cana-de-açúcar até o armazenamento em barris para envelhecimento e posterior consumo. Uma verdadeira experiência no interior nordestino.
 

BELÉM (PA)

Ir a Belém e não tomar a famosa cachaça de Jambu não é um dos pecados capitais, mas chega perto. Brincadeiras à parte, a bebida criada no bar “Meu Garoto” é um marco para a gastronomia paraense e uma curiosidade para os milhares de turistas que visitam anualmente o estado.

Alguns recomendam o consumo junto ao caldo de peixe, e outros, apenas para degustar. O que não pode faltar é experimentar essa delícia. O local também apresenta outras versões de cachaça, como as de cupuaçu e de açaí, frutos típicos da região. Além da capital paraense, os turistas podem encontrar a bebida em Manaus (AM), no Acre e em Rondônia.


 EXPERIÊNCIAS DO BRASIL RURAL

A cachaça é mais um ingrediente nacional trabalhado pelo Ministério do Turismo, por meio do projeto Experiências do Brasil Rural. Os roteiros que têm a bebida como atração incluem o Caminhos de Dona Francisca (SC), a Rota do Engenho (SE) e a Rota Turística do Café (SP).

O projeto busca fomentar a estruturação de destinos e empreendimentos da agricultura familiar associados ao turismo, a partir da capacitação de empresários e produtores rurais com vistas à oferta de experiências memoráveis aos visitantes. Ao final, os participantes recebem suporte para inserir produtos e serviços no mercado turístico, como em bares, restaurantes, meios de hospedagem e lojas de artesanato.