Carlinhos Brown é o novo Embaixador do Turismo Brasileiro

0
244
Carlinhos Brown é o novo Embaixador do Turismo Brasileiro
Carlinhos Brown é o novo Embaixador do Turismo Brasileiro

O cantor, compositor, multi-instrumentista e ativista social Carlinhos Brown recebeu, das mãos do presidente da Embratur, Marcelo Freixo, o diploma de Embaixador do Turismo Brasileiro. A entrega aconteceu em cerimônia na tarde desta sexta-feira (24), em Salvador, durante a Expo Carnaval 2023, no Centro de Convenções Salvador, com a participação da ministra da Cultura, Margareth Menezes.

O artista baiano, que completou 61 anos nesta quinta (23), foi escolhido por se destacar pela sua relevância internacional como representante da música e da cultura brasileiras com uma história de criação e dedicação de mais de 40 anos de carreira e, também, pelo engajamento social. Para Freixo, a escolha é natural, pois Brown trabalha há muito tempo “projetando, para o mundo, de forma consciente e voluntária, o que o Brasil tem de melhor”.

“É com muita honra que a gente oficializa isso. A história de vida do Carlinhos Brown é uma história de exercício desse cargo de embaixador. Hoje, a gente apenas reconhece o que ele faz há muito tempo. O Carlinhos arrasta gente do mundo inteiro em nome da sua arte e da sua ancestralidade. O nosso futuro é ancestral. Ou seja, precisamos saber de onde nós viemos”, declarou Freixo, durante o ato de entrega do diploma, também citando a importância do novo embaixador no fomento ao afroturismo.

“Estamos num momento em que a cultura e o artista voltam a ser importantes, e de divulgar o Brasil para o mundo. A gente quer que o mundo visite o Brasil e não queremos um país para o turista e outro para o brasileiro. A gente quer um país só, bom para os brasileiros viverem e para criarmos nossos filhos, e que o mundo visite. O Brasil é mistura, diálogo, ancestralidade, diversidade, e isso tem na obra e na história do Brown. (…) Reconhecer e dar o título do primeiro Embaixador do Turismo da nossa gestão a Carlinhos Brown é reafirmar uma história bonita da Bahia e do Brasil, que a cultura é a nossa identidade”, complementou.

A ministra Margareth Menezes também exaltou a figura de Brown, de quem é amiga de longa data.

“Somos da mesma geração, com muitos encontros, e a vida programa umas coisas pra gente que ‘sabe de nada, inocente’. Então, estar aqui hoje, testemunhando isso, não só como cidadã baiana, mas como artista e agora ministra da Cultura, pra mim é uma grande honra. (…) Então, Brown, só posso dizer parabéns e, com certeza, quem ganha é o Brasil com esse título. Que Deus lhe abençoe com axé. Viva Carlinhos Brown!”, conclamou a ministra.


Questionado sobre a importância de se tornar Embaixador do Turismo Brasileiro, Carlinhos Brown explicou que a cultura brasileira é uma mistura que conta com elementos de diversas regiões da África e da Europa, e que também saiu do Brasil para outras regiões da América Latina, como Cuba, por exemplo.

Todas as histórias

Brown destacou a importância do mundo conhecer e vivenciar a história do Brasil, e dos brasileiros também conhecerem a própria origem através do turismo.

“Está na hora de a gente dizer ‘venham nos conhecer’. Sobretudo na visão do afroturismo. O intercâmbio natural é do turismo, e o turismo familiar nos interessa muito. Os saberes e os sabores se evidenciam aqui, onde a gente tem uma história pan-africana preservada, na Bahia, no Maranhão, em Recife (PE) e no Rio de Janeiro”, elencou.

“A história das nossas resiliências é um exemplo importante. A história da forma como nós crescemos e estamos aqui, ainda enfrentando barreiras. Nada foi resolvido porque não é aqui que se vai resolver tudo que a humanidade deseja, mas a Bahia está na vanguarda desse desejo. A história do Brasil pertence a todos nós e precisa ser bem contada e mais que contada, vivenciada. Por isso todos são convidados a vir ao Brasil e os brasileiros conhecerem todas as suas origens no mundo”, acrescentou.

O anúncio da indicação do Cacique do Candeal como Embaixador do Turismo no Brasil aconteceu na segunda-feira (20), Dia da Consciência Negra. Na publicação, a Embratur destacou que o artista “projeta o Brasil para o mundo com sua arte inventiva e marcada pela exaltação da cultura afro-brasileira”. “Brown representa o que o Brasil tem de melhor, nosso povo, nossa diversidade e nossa felicidade”, afirma o texto da Agência.


Voltada para criar um ambiente de negócios para empreendedores locais e internacionais, a Expo Carnaval 2023 tem uma programação diversificada e também conta com debates sobre cultura e arte, entre outras atrações. Por meio do Carnaval, a mais popular e conhecida festa brasileira no mundo, o evento promove o desenvolvimento social e econômico do país, o que casa com um dos princípios da Embratur, que é utilizar o turismo internacional para fortalecer comunidades, gerar emprego e renda, promover a cultura brasileira no exterior e reposicionar o Brasil no debate internacional como país da democracia, diversidade e sustentabilidade.

Expo Carnaval

A Embratur patrocina a exposição. Entre os destinos promovidos no evento estão o Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Recife (PE), Olinda (PE), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF). Na abertura do evento, Freixo destacou a importância de reunir os destinos, empresários e representantes de governos para debater e pensar a festa. “É bom, porque isso representa a possibilidade de gerar emprego e renda, crescimento econômico, com qualidade de vida”, disse.

“O turismo hoje representa 8% do PIB brasileiro. Óleo e gás, que tem um século de exploração, representam 12% do PIB. Eu lamento dizer que o petróleo vai acabar, mas o Carnaval, não. Nós vamos continuar produzindo alegria, festa, e o Brasil não é só sol e praia. O Brasil é cultura, é gastronomia, é natureza, é diversidade. Então, quando a gente reúne todo o trade do Carnaval pra pensar um projeto de país, pra distribuir alegria, a gente tá buscando uma solução e um caminho para o século XXI. Pouca coisa é mais revolucionária que um sorriso”, destacou.

Já o prefeito de Salvador, Bruno Reis, lembrou da importância da folia para a cidade de Salvador. “O Carnaval gera, durante o ano, 50 mil empregos de carteira assinada. É quase a mesma coisa que a construção civil. E durante o período do Carnaval, são 220 mil empregos temporários que surgem na economia. O Carnaval injeta R$ 1,5 bilhão na economia da nossa cidade. Nós conseguimos, esse ano, que estamos nos recuperando da pandemia, bater recorde de visitações de turistas nacionais e estrangeiros”, afirmou.

De acordo com um levantamento da Embratur, de dezembro de 2022 até março de 2023, Salvador recebeu 299 voos internacionais. De 2023 para 2024, no mesmo período, a expectativa é de 602 voos internacionais. “É o mundo dizendo que quer conhecer a Bahia. É o mundo que quer vir pra festa, porque o mundo hoje tá precisando de paz e de alegria, e isso a gente pode ofertar”, lembrou Freixo.


Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, foi o primeiro Embaixador do Turismo no Brasil. O programa da Embratur foi criado em 1987. Este ano, a Diretoria Executiva da Embratur reeditou o programa com a Resolução 33/2023. De acordo com o texto, os embaixadores e embaixadoras escolhidos devem destacar “a diversidade cultural e natural do país, a sustentabilidade ambiental, o respeito à fauna, à flora, às florestas, à vida e à democracia, o enfrentamento às discriminações”, e devem “colaborar para a construção da imagem positiva do Brasil”.

De Pelé ao Cacique do Candeal

Assim como Pelé, Carlinhos Brown é uma personalidade brasileira de renome internacional e que leva o Brasil para outras nações. Sua relevância em outros países começa com shows e turnês pela Europa ainda no grupo Timbalada. Já na carreira solo, em 1992, o Cacique gravou com músicos de jazz Wayne Shorter, Herbie Hancock, Bernie Worrell e Henry Threadgill o disco “Bahia Black”, que também contou com a participação do Olodum, e compôs canções para estrelas internacionais como as cantoras Omara Portuondo, de Cuba, Angélique Kidjo, do Benin, e Vanessa Paradis, da França.

Já em 1994, Brown fundou a Associação Pracatum Ação Social. A organização beneficia milhares de crianças carentes de Salvador com música, cursos de idiomas, moda, reciclagem, oficinas e escolas, tendo ao lado parceiros importantes, como a da UNESCO. Ainda no Candeal, Brown implantou inicialmente o projeto “Tá Rebocado”, de urbanização e saneamento do bairro, que recebeu, em 2002, o Certificado de Melhores Práticas do Programa de Assentamentos Humanos das Nações Unidas/UN-Habitat.

De volta ao território musical, em 2004 e 2005, o Cacique arrastou 1,5 milhão de espanhóis atrás do trio elétrico pelas ruas de Madri e outras 600 mil pessoas em Barcelona. No país, o artista recebeu o título de “Rei da Espanha”, ganhou um documentário, “El Milagro del Candeal”, produção vencedora do Prêmio Goya e assinada pelo cineasta Fernando Trueba. O artista também gravou com a colombiana Shakira a música “La La La – Brazil 2014”, sucesso na Copa do Mundo daquele ano.

Antes, em 2011, co-assinou a trilha sonora da animação infantil “Rio”, de Carlos Saldanha, e foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original com “Real in Rio”. A produção da Fox Films teve ainda uma continuação, “Rio 2” (2014), que contou com mais seis composições de Carlinhos Brown, o primeiro músico brasileiro a fazer parte da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, organizadora do Oscar.

Conheça o Canal Malu Visita no Youtube

Leia também: