Conheça as grutas de Bonito/MS

0
66
#image_title

Bonito é considerado a capital do ecoturismo no Brasil por inúmeros motivos. Além dos rios de águas cristalinas, que chamam a atenção por ser palco de flutuação e mergulho, um dos cenários naturais que mais se destacam no destino do Mato Grosso do Sul são as cavernas e grutas.

Formadas há milhões de anos, as atrações possuem beleza natural única, que rende roteiros repletos de interação com a natureza e aventura. Há centenas de grutas e cavernas em Bonito e região, algumas delas abertas para visitação turística.

A Acqua Studio de Viagens, agência especializada em experiências em Bonito e região, tem roteiros que percorrem as principais grutas e cavernas locais, proporcionando aos visitantes uma verdadeira descoberta dessas belas formações rochosas.

Conheça as principais grutas do destino sul-mato-grossense:

Gruta do Lago Azul

#image_title

A Gruta do Lago Azul é um dos cartões-postais de Bonito e, talvez, um dos pontos mais visitados da cidade. O lugar impressiona tanto pelos espeleotemas projetados no chão e no teto da caverna, quanto pelo espelho d’água azul cristalino, que abrigou, há milhares de anos, preguiças gigantes e tigre dente de sabre.

O passeio pelo atrativo, que é tombado pelo IPHAN, é apenas contemplativo e começa em uma pequena trilha, até chegar a um trecho de escadaria de cerca de 200 metros, que leva até o famoso lago.

Grutas de São Miguel

Grutas de São Miguel

Próximo da caverna mais conhecida, está também o conjunto de grutas de São Miguel, que se diferenciam pelos espeleotemas com formas impressionantes. O lugar abriga estalactites, estalagmites, travertinos, coralóides e pérolas, assim como animais como morcegos e corujas.

Além disso, o percurso até as grutas chama a atenção passando por uma trilha pênsil com quase 200 metros de extensão por entre as copas das árvores, em meio a mata virgem.

Abismo Anhumas

#image_title

Descoberto na década de 1970, o Abismo Anhumas está aberto à visitação desde 1999. A atividade na caverna se inicia logo na descida para chegar ao deck de observação no interior da caverna, já que os visitantes precisam descer setenta e dois metros utilizando um sistema de rapel mecânico. O deck flutuante foi construído sobre o lago de águas cristalinas de oitenta metros de profundidade existente no interior da caverna.

No local é possível observar um cenário exuberante de cones de calcário que preenchem o lago e seu entorno chegando a até vinte metros de altura, assim como fazer flutuação com snorkel ou mergulho com cilindro.

Mais informações: www.acquaviagens.com.br

Leia também:

Conheça o canal Malu Visita no Youtube