Empreendedor pode solicitar crédito com taxas de juros de zero a 0,7% ao mês

0
38

Microempreendedores Individuais (MEIs), produtores rurais e microempresas do Estado de São Paulo podem participar do Programa de Crédito Retomada. Trata-se de  uma iniciativa do Sebrae-SP com as fintechs BizCapital e Nexoos.

O programa oferece taxas de juros de zero a 0,7% ao mês e  carência de seis meses,  Os prazos de pagamento são de até quatro anos e empréstimos de até R$ 60 mil.

Lançado no dia 17 de julho para ajudar o pequeno empreendedor na superação dos impactos causados pela crise da Covid-19, o programa prevê o desembolso de R$ 50 milhões na primeira fase.

Só no mês de julho, mais de 550 empreendedores tiveram cerca de R$ 10 milhões em créditos concedidos.

De acordo com o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit, a parceria com as fintechs, as startups do mercado financeiro, trouxe agilidade e desburocratização para o processo.

“A facilidade do processo e a rapidez na liberação do dinheiro são alguns dos pontos positivos apontados por quem já conseguiu o dinheiro. Com o crédito em conta, o empreendedor terá ainda a orientação gratuita do Sebrae para o desenvolvimento do negócio”, destaca.

 

É o caso do Sandro Cesar Gonzaga, dono da A Lavanderia, em Adamantina, no interior de São Paulo. Como MEI, ele não tinha solicitado crédito em nenhum banco, mas resolveu tentar o empréstimo no Programa Retomada para troca do furgão usado para as entregas.

“Como passamos a fazer mais delivery, nosso veículo estava quebrando sempre. Vi que o juro era zero e fiz a solicitação para adquirir um bem”, conta Gonzaga, que teve os R$ 15 mil aprovados.

As condições variam de acordo com o porte da empresa. Os MEIs e produtores rurais terão acesso a até R$ 20 mil, com juro zero. Já as microempresas terão um limite de até R$ 60 mil com taxas de 0,35% a 0,7% ao mês.

O valor pode ser usado para capital de giro, folha de pagamento, quitação de contas e dívidas da empresa, ou ainda compra de equipamentos e investimento em marketing, por exemplo.

Todo o processo é feito online, sem a exigência de bens ou imóveis como garantias, por meio do creditoretomada.com.br.

Artigo anteriorCom 17 óbitos no fim de semana, Rio Preto tem 12.039 infectados
Próximo artigoRio Preto tem 12.157 positivos para covid-19 e mais 7 óbitos, totalizando 300 mortes
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.