Escola de Artes Ligia Aydar oferece aula de esgrima em Rio Preto

0
225

A Escola de Artes Ligia Aydar lança o curso de esgrima. Crianças (a partir de 5 anos), jovens e adultos podem aprender a arte milenar do combate e praticar um dos mais antigos esportes olímpicos da era moderna.

A esgrima faz parte da grade curricular de alguns cursos de artes cênicas. É ideal para quem busca o desenvolvimento da flexibilidade, da concentração, da agilidade na tomada de decisão, do equilíbrio, da resistência muscular e da destreza mental.

“O combate ajuda o praticante a ter uma percepção mais aguçada. A pessoa tímida consegue se expressar melhor e aquele que é mais ansioso desenvolve com o jogo um senso maior de equilíbrio para planejar o ataque e a defesa”, ressalta o professor de esgrima e bacharel em Educação Física André Muniz.

 

É Dividida em três modalidades olímpicas, definidas pelas os aparelhos usados para o combate – Florete, Espada e Sabre.  O esporte, que teve sua origem na Europa, é muito praticado nos países asiáticos.  Depois dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, começou a ganhar cada vez mais adeptos no Brasil. O principal nome brasileiro na esgrima é o esportista Renzo Agresta. Ele é medalhista do bronze nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro.

Vale ressaltar que as aulas para iniciantes são realizadas com espadas de plástico. Os equipamentos usados nas competições não possuem pontas afiadas ou cortantes.

Na Escola de Artes Ligia Aydar as aulas de esgrimas serão da modalidade espada.  Acontecerão uma vez por semana, as terças-feiras.

Na próxima terça-feira, dia 7 de março, acontece uma aula inaugural, aberta ao público. 

Para participar da aula inaugural, saber mais sobre os horários das turmas, o valor e se inscrever no curso é necessário entrar em contato pelo telefone (17) 3363 9005.  Ou comparecer na sede da Escola que fica no Shopping Center Iguatemi São José do Rio Preto, no Piso Superior. Outras informações sobre a Escola de Artes Ligia Aydar acesse o site

www.ligiaaydar.com.br

A ESGRIMA

Entende-se por esgrima o combate em que são utilizadas armas brancas para atacar e defender-se. A palavra é de origem germânica “Skirmjan”, que significa proteger. No começo a esgrima era utilizada para caça e sobrevivência, com a evolução das armas e o surgimento das armas de fogo, a esgrima se tornou uma prática esportiva.

Em 1896, virou um esporte olímpico, nos Jogos Olímpicos de Atenas. Em 1913, surgiram as regras internacionais e, no ano de 1936, nos Jogos Olímpicos de Berlim, surgiu o primeiro aparelho elétrico de esgrima para a arma de espada, eliminando, dessa forma, a antiga votação dos juízes sobre a materialidade do toque nessa arma.

Atualmente, a esgrima esportiva esta dividida em três diferentes tipos de armas – espada, florete e sabre -, que representam os antigos armamentos utilizados em combate e treino.

 Regras

Cada arma da esgrima possui sua regra, zona de pontuação e forma de toque. A pista de esgrima possui 14 metros de comprimento e dois metros de largura; os pontos são indicados por duas lâmpadas que existem no aparelho marcador de toques, uma verde e outra vermelha, acendendo sempre do lado do atleta que realizou o toque, fazendo com que este receba um ponto. Atualmente, as competições de esgrima são disputadas em duas fases: uma classificatória, onde os atletas são divididos em grupos e todos do grupo jogam entre si até um deles marcar cinco toques, no tempo máximo de três minutos; e uma eliminatória, que é disputada até quinze pontos, em três tempos de três minutos, com um minuto de repouso entre eles. (Fonte: Confederação Brasileira de Esgrima).

 

Artigo anteriorDupla Carreiro & Capataz faz show na The Club JK
Próximo artigoVisita traz Akadia Jardins em Condomínio, Escola Unidos da Cohab, Tuti Resort, Anglo e Carnaval do AC
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.