Fino Sabor é o bar campeão do Comida di Buteco

0
54
Fino Sabor é o bar campeão do Comida di Butec
Fino Sabor é o bar campeão do Comida di Buteco

Boteco vence a competição pelo segundo ano consecutivo. Em 2023, 27 estabelecimentos de Rio Preto e região participaram da disputa

Fino Sabor

O bar Fino Sabor, localizado no Mini Distrito Adail Vetorazzo, em Rio Preto, é o campeão do Concurso Comida di Buteco 2023. É o segundo consecutivo que o estabelecimento leva o título da competição. O boteco ainda ficou em primeiro lugar nos dois desafios propostos pelos patrocinadores do evento, o Seara Incrível e o Frontera. A cerimônia de premiação, com presença de representantes dos bares participantes e patrocinadores, foi realizada nesta segunda-feira, na Mansão Bifano, em Rio Preto.

O segundo lugar ficou para o Boteco do Marcinho – mesma colocação atingida no ano passado -, localizado na Vila Anchieta, em Rio Preto. E o terceiro lugar foi para o Bar do Rubinho, de Mirassol, um dos novatos da competição.

Com o tema “Ervas e Especiarias”, o Comida di Buteco contou este ano com 27 estabelecimentos – 16 estreantes e 11 “veteranos” – na disputa pelo título de melhor boteco da região. Bares de Rio Preto (23), Mirassol (3) e Bady Bassitt (1) participaram do concurso. No ano passado, foram 14 bares.

“O Comida di Buteco reforça a importância da ‘cultura de boteco’ como essência dos brasileiros, convidando a todos para conhecerem lugares e sabores caseiros. Neste ano, tivemos recorde de participação”, afirma Marina Chimenti, coordenadora regional do concurso.

Para escolher os vencedores, público e jurados que visitaram os estabelecimentos participantes, puderam votar nos quesitos atendimento, temperatura da bebida, higiene e petisco. O petisco teve 70% do peso da nota, e as demais categorias, 10% cada. O voto do público tinha peso de 50% na contagem final, e dos jurados, os outros 50%.

Segundo Marina Chimenti, a cada edição, 20% dos botecos com menor avaliação são desclassificados e abrem espaço para novos competidores, o que ajuda a criar uma renovação no concurso para o ano seguinte.

Em todo o Brasil, o Comida di Buteco contou com aproximadamente mil bares (200 a mais do que no passado), em 24 praças distintas. A próxima etapa, para escolha do melhor boteco do Brasil, será realizada no dia 4 de julho, em uma cerimônia em São Paulo, só com os campeões de cada região.

Premiados

Rodner Roberto Rodrigues, proprietário do Fino Sabor, entrou na disputa deste ano com um prato que homenageia o avô, seo Chico. O bolinho do Vô Chiquinho traz na massa abóbora cabotiã e é recheado com contra-filé desfiado com provolone. No ano passado, o empresário também venceu com uma receita que despertava a memória afetiva e lembrava um prato feito pela avó.

“O sucesso foi tanto que o prato vai entrar no cardápio fixo do bar. Agradecemos ao nosso time e aos clientes que compareceram e ajudaram a trazer esse título mais uma vez para o nosso estabelecimento”, comemorou o dono do Fino Sabor.

O Boteco do Marcinho apresentou neste ano o Kekeisso, bolinho de carne recheado com pimenta jalapeño, queijo cremoso, enrolado no bacon, com destaque para os molhos que acompanhavam o petisco.

Já o Bar do Rubinho trouxe o Bolinho do Rubinho, um petisco feito à base de costela servido com geleia de laranja e pimenta, inspirado em um prato tradicional, a costela no bafo.

História

O Comida di Buteco é um concurso e não um festival, pois durante a competição é eleito o melhor boteco de cada circuito e não o melhor petisco. Desde de 2016, o Comida di Buteco é realizado em duas etapas: a primeira é regional, com a votação feita pelo público e pelos jurados da própria cidade.

Depois de eleitos os campeões de cada circuito, um outro corpo de jurados visita e avalia os campeões para que seja escolhido, então, o melhor boteco do Brasil.

Leia também:

Conheça o Canal Malu Visita no Youtube