Mais dois óbitos foram confirmados elevando para 236 mortes em Rio Preto

0
103
Saúde

Foram confirmados nesta quinta-feira, 30, 273 novos casos positivos para covid-19 em Rio Preto. Com isso sobe para 8.883 pessoas infectadas pelo coronavírus. Outros dois óbitos também foram registrados, aumentando para 236 o número de mortes pela doença na cidade.

Dos contaminados 6.235 já se encontram recuperados (70% do total), 1.200 são profissionais da área da saúde e 1.071 apresentaram a síndrome respiratória aguda grave (SRAG). No momento o coeficiente da doença é de 1.928 casos para cada 100 mil habitantes.

O percentual de positividade para covid-19 por semana ainda se mantém na média de 30%. Ou seja, para cada 100 pessoas testadas 30 estão com a doença.

Em relação as 1.071 pessoas que apresentaram quadro respiratório mais grave e precisaram de internação, 652 deles (60%) já receberam alta. 236 acabaram vindo a óbito (22%), outros 177 (16%) ainda permanecem internados em Rio Preto e 6 pessoas da cidade estão internados em outros municípios.

Já em relação ao percentual de comorbidades  por semana para as pessoas que evoluíram para óbito, a diabetes representa 53% das mortes nas mulheres e 46% nos homens. As cardiopatias são 56% nas mulheres e 43% nos homens, obesidade e imunodepressão 50% para ambos os sexos e doenças neurológicas 66% em mulheres e 33% em homens.

Segundo a gerente da vigilância epidemiológica Andréia Negri a Secretaria de Saúde espera que ocorra a estabilidade dos casos para que a taxa de ocupação de leitos se mantenha no patamar de 80%.

“Para que possamos ter uma segurança maior no sentido que temos leitos disponíveis para atender a todas as pessoas. Temos leitos, não ficou ninguém sem atendimento, estamos dando conta da assistência”, diz Andréia.

No momento 299 pessoas estão internadas (117 em UTI e 182 em enfermaria). Destes 177 tem covid-19 (80 em UTI e 97 em enfermaria).

 

 

Artigo anteriorRio Preto passa a marca de oito mil confirmados para Covid-19 e registra 15 óbitos em 24 horas
Próximo artigoReceita de Quibe assado recheado, fácil e gostoso
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.