Núcleo 2 promove apresentação interativa com o uso de QR Codes

0
70

Depois_Jorge Etecheber 9

 

Em “Terra do Amanhã”, encenado neste domingo, no Breu, do Sesc, público ocupa espaço pós-apocalíptico em busca de respostas para o que aconteceu com a humanidade

Em sua quarta participação no festival Breu, do Sesc Rio Preto, neste domingo, dia 6 de dezembro, o Agrupamento Núcleo 2 coloca a plateia no centro da cena, para protagonizar uma espécie de jogo em que a principal ferramenta é a tecnologia QR Code, semelhante à dos códigos de barra aplicados em produtos nos supermercados.

O público é convidado a conhecer a “Terra do Amanhã”, um local pós-apocalíptico povoado por estranhos seres, onde cientistas tentam descobrir o que aconteceu com a humanidade. Trata-se do capítulo quatro do projeto “Ensaios para Ninguém” no Breu, por meio do qual o grupo lança um olhar para a cidade, a fim de refletir sobre o homem deste século.

Para assistir à apresentação, é preciso baixar com antecedência um aplicativo que faça a leitura do QR Code no celular. A plateia participa da montagem atuando como o grupo de cientistas em busca de respostas para o que houve naquele lugar desconhecido.

Várias instalações distribuídas pelo espaço cênico trarão ícones de QR Codes. À medida que o espectador posicionar a câmera de seu celular perto dos códigos, quase que instantaneamente receberá instruções, dicas e informações.

“O público é protagonista da ação, podendo, inclusive, interagir com os atores, dependendo das informações que acessar e da leitura que fizer a respeito delas”, explica Jef Telles, diretor do Núcleo 2, responsável pela concepção do projeto.

O aplicativo que lê as informações é baixado gratuitamente em todos os sistemas operacionais, e para utilizá-lo não é necessário o uso da internet.

Além das instalações com os códigos, o público poderá obter informações em instalações sonoras, com fones de ouvidos. A duração do encontro é de 60 minutos. Assim como nas duas apresentações anteriores, “A Construção do Agora” e “Depois”, o local da encenação não é revelado pelo Núcleo 2. O público é limitado a 40 pessoas, e partirá do Sesc de ônibus fretado às 18h30 até a apresentação. Os ingressos, gratuitos, devem ser retirados uma hora antes.

O elenco conta com os atores Alison Bernardes e Cassio Henrique, o bailarino Vinicius Francês e o músico André Fernandes.

Coletivo de artes integradas, o Núcleo 2 produz audiovisual com o público presente nas apresentações de “Ensaios para Ninguém”. Todas as ações são gravadas, e o material dá origem a outras obras, como videoinstalações e webvídeos.

Em “Terra do Amanhã”, a equipe de audiovisual atua ao mesmo tempo em que faz a captação de imagens. O mesmo acontece com o fotógrafo Jorge Etecheber.

 

Serviço:

“Terra do Amanhã”. Domingo, dia 6 de dezembro. Saída do Sesc Rio Preto às 18h30. Retirada de ingressos na Central de Atendimento uma hora antes. Grátis. 40 lugares

[mp_ads_system ads_system_select=”14369″]