Olímpia encerra 59º FEFOL com grande sucesso de público e expectativa para a 60ª edição

0
280
Olímpia encerra 59º FEFOL com grande sucesso de público e expectativa para a 60ª edição
Olímpia encerra 59º FEFOL com grande sucesso de público e expectativa para a 60ª edição

Em clima de saudade e grande emoção, a Estância Turística de Olímpia encerrou mais uma edição do Festival do Folclore de sucesso, com público recorde e forte expectativa para 2024, quando o FEFOL completará 60 anos de história.

Mais de 160 mil pessoas passaram pelo Recinto do Folclore “Professor José Sant’anna”, entre 05 e 13 de agosto, durante os nove dias de festa, participando das diversas atividades gratuitas, de dia e à noite. A programação do FEFOL foi intensa e além dos limites do Recinto, levando o folclore e a mistura da cultura brasileira também para as ruas, com as peregrinações, apresentações em espaços públicos e em todas as escolas municipais, em uma iniciativa inédita e positiva da organização em parceria com a Educação.

O grande movimento de todas as noites surpreendeu a Comissão Organizadora, com destaque para o sábado de abertura, dia 05, que registrou o maior público da história, em uma única noite. Foram quase 32 mil pessoas que lotaram as arquibancadas para prestigiar o espetáculo de abertura preparado pela rede municipal de Educação, seguido da passagem dos grupos pela arena e as apresentações no Palco Principal. Grande fluxo ainda pelos variados espaços do recinto de alimentação e entretenimento.

No decorrer da semana, a presença também foi maciça de famílias que aproveitaram os dias mais tranquilos para passear, com fluxo médio de 10 mil pessoas por noite. Durante o dia, as atividades da Educação também atraíram milhares de participantes, registrando mais de 9,3 mil pessoas, incluindo o Seminário de Estudos, Gincana de Brincadeiras e o famoso Mini Festival, com apresentação dos alunos das escolas municipais que encanta o público. O Novo Museu do Folclore, cujo prédio foi inaugurado na noite de abertura do FEFOL, também chamou a atenção e registrou cerca de 3 mil visitações no decorrer da semana.

A decoração especial e temática do Recinto, o parque de diversões, as melhorias estruturais como iluminação, limpeza, novo piso na área do parque, entre outros, foram pontos de destaque que chamaram a atenção dos presentes.

Mas, o grande espetáculo mesmo ficou por conta dos grupos participantes da edição. Ao todo, cerca de 45 grupos folclóricos, parafolclóricos e balés folclóricos, de mais de 15 estados de todas as regiões do país abrilhantaram o palco da festa. A mistura de ritmos, de cores e, principalmente, de cultura, proporcionaram ao público uma verdadeira e rica viagem pelo Brasil, com belíssimas apresentações que envolveram os olimpienses e visitantes.

Neste ano, 10 participações foram inéditas, entre elas, o bloco carnavalesco Mocidade Independente da Zona Leste, do grupo especial de SP, que foi convidado a participar e trouxe seu samba-enredo deste ano, em homenagem a Olímpia e ao festival, para a passarela da cultura popular, encerrando com muita alegria e entusiasmo a programação do 59º FEFOL, tanto no desfile como na última noite do palco.

O encerramento do festival, que já deixa saudades, foi também marcado pelo anúncio para a edição de 2024, que marcará 60 anos de história da festa. No palco, o prefeito Fernando Cunha fez uma breve saudação, falando da edição deste ano, que homenageou o Grupo Folclórico Parafusos, de Lagarto – Sergipe, e divulgando informações sobre o 60º Festival Nacional do Folclore.

“Daqui a um ano, estaremos aqui fazendo um festival melhor ainda porque ano que vem serão 60 anos do folclore, em Olímpia. Temos muito a comemorar e a agradecer a todos os olimpienses pelo FEFOL chegar onde chegou. Já anuncio que nossa festa será de 03 a 11 de agosto de 2024 e como o Professor José Sant’anna deixou registrado, celebraremos o Jubileu de Diamante, com o tema ‘Olímpia, o Solo Sagrado da Cultura Brasileira’. Vamos comemorar os 60 anos homenageando a todos aqueles que são envolvidos no festival, muitos até não estão mais aqui presentes hoje, mas a grande maioria continua mantendo aceso o Festival do Folclore, por isso, vamos homenagear o ano que vem, nossa cidade, Olímpia. Então, se preparem que todos vocês serão homenageados para comemorar os 60 anos e até lá nós estamos juntos vivendo mais um grande festival”, declarou o prefeito, marcando o encerramento da edição.

O FEFOL arrancou aplausos e sorrisos dos presentes no Recinto do Folclore, mas também de quem prestigiou de longe, ultrapassando os limites físicos da festa. Tudo graças às transmissões ao vivo, pelos canais oficiais, do Mini Festival, desfile e das apresentações noturnas, que somaram mais de 100 mil visualizações e alcançaram mais de 125 mil pessoas no Brasil e pelo mundo. No país, os estados com maior número de acessos foram São Paulo, Pará, Ceará, Alagoas, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, mas o FEFOL foi acessado em mais de 10 países, além do Brasil, como Portugal, Argentina, Estados Unidos, México, Vietnã, Paraguai, Itália, Espanha e França.

Uma festa ímpar, única no país, que promove a cultura popular, o encontro de tradições e movimenta também a economia, gerando emprego e renda. No total, segundo balanço da Comissão, cerca de R$ 2 milhões foram investidos na realização da festa, entre recursos próprios da Prefeitura e captação por meio de patrocínio e incentivo de projetos culturais, via ProAC, do Governo do Estado, financiados por empresas privadas da cidade, parceiras do evento. A estimativa é que o 59º FEFOL tenha movimentado cerca de R$ 10 milhões na economia local.