Reforma do Mercadão está 40% concluída

0
43

Quatro meses depois de iniciada e cumprindo cronograma de trabalho e financeiro, as obras de reforma e revitalização do Mercado Municipal de Rio Preto avançam.

De acordo com a Prefeitura de Rio Preto que acompanha os trabalhados da empreiteira responsável pela execução, 40% do projeto já foi concluído.

Metade do prédio está em fase de acabamento, com pintura na etapa de retoque final e instalações hidráulicas, elétricas e piso concluídos.

O salão principal foi fechado com drywall e onde se encontram a administração e os banheiros está em fase de acabamento. O telhado está em vias de ser concluído (90%), faltando apenas o anexo onde fica a peixaria.

Na área de carga e descarga, o piso foi demolido e a superestrutura da laje técnica está sendo executada. Todos os dutos de ar-condicionado foram passados e a instalação do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (para-raios) foi iniciada.

O trabalho é realizado por 40 profissionais, de forma direta e indireta, e a previsão de término é para fim de novembro deste ano.

No último dia 22 de maio, foi divulgado aos permissionários do Mercadão o manual técnico para instalação das unidades comerciais após reforma, com orientações sobre padrões de segurança, estético e demais regramentos comuns a todos.

Os permissionários poderão iniciar a implantação das unidades comerciais na parte concluída após a aprovação de projeto arquitetônico.

“Criamos um padrão de ocupação em conjunto com a Secretaria de Obras e o Comdephact [Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico], em benefício dos comerciantes, dos usuários do Mercadão e do investimento que está sendo feito para a cidade”, explica o secretário de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto.

O projeto arquitetônico e laudos ou projetos das instalações devem ser apresentados à secretaria, inclusive no caso de instalações inalteradas, sendo necessária emissão de respectivas ART – Anotação de Responsabilidade Técnica/RRT.

 

 

Artigo anteriorRio Preto tem 911 pessoas contaminadas e fim de semana registra seis óbitos pelo coronavírus
Próximo artigoEm 24 horas Rio Preto registra 68 novos casos e mais dois óbitos de Covid-19
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.