SESI Rio Preto recebe a exposição “Em Suas Marcas”

0
146

Na exposição a artista investiga questões relacionadas à força, à ambição e à resiliência do sujeito. A mostra fica na cidade até o dia   28 de agosto. A entrada é gratuita. 

O projeto Espaço Galeria SESI-SP apresenta de hoje ao dia  28 de agosto, no SESI São José do Rio Preto, a exposição Em Suas Marcas. Na mostra, a artista Elen Gruber traz duas instalações que problematizam a noção de resistência e competição por meio de materiais, símbolos e propostas distintas. A visitação é gratuita, de terça e quinta, das 9h às 15h, quarta, das 15h às 21h, sexta, das 13h às 17h, aos sábados, domingos e feriados conforme programação do teatro.

A obra inédita A Grande Honra ao Mérito é composta por uma coleção de 300 troféus transferidos por seus próprios ganhadores à artista. Os diversos talentos pelos quais foram celebrados – em um leque amplo que vai de congratulações esportivas ao canto gospel – são passados para Elen por meio de certificados, expostos juntamente com um livro que apresenta as histórias dos ganhadores.

1

A instalação Sala de Exercícios cria um ambiente que remete a uma academia de ginástica. Nela, Elen propõe uma série de atividades individuais e em dupla, que derivam do padrão de forma, força e resistência de seu próprio corpo, convidando o público a experimentar essas ações. Na abertura da exposição, a artista realizará uma performance, apresentando as instruções dos exercícios. Posteriormente, o material editado será exibido na obra como uma espécie de vídeo-aula.

Com esses dois trabalhos, a mostra propõe relações entre os limites físicos e suas possibilidades de reconhecimento por meio das artes visuais. Não por acaso, a exposição acontece no ano em que, pela primeira vez, o Brasil sedia os Jogos Olímpicos. Ao promover a reflexão sobre noções como vitória, mérito e força, a exposição poderá despertar um olhar renovado para os esportes competitivos.

 

Elen Gruber  vive e trabalha em São Paulo. Há 6 anos realiza trabalhos artísticos em diversos suportes como vídeo, instalação, escultura e pintura. No decorrer deste tempo, desenvolveu crescente interesse pela performance, passando a fazer trabalhos com seu corpo e testando os limites dele. Seu trabalho investiga questões relacionadas à força, à ambição e à resiliência do sujeito. Atualmente trabalha na conclusão da série Os 12 Trabalhos, conjunto de ações performáticas que consistem em tarefas de enfrentamento de forças da natureza, tendo como referência o mito de Hércules. Consciente do que há de inútil em sua empreitada, essas ações são concebidas, realizadas e registradas em vídeo, fotografia, objetos e/ou esquemas: alegorias da insistência frente ao que está destinado ao fracasso.

A artista participou de várias exposições como Nós entre os extremos, no Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, em 2015; Situações Brasília – Prêmio de Arte Contemporânea do Distrito Federal, no Museu Nacional da República, Brasília, em 2014; 65º Salão de Abril, na Galeria Antônio Bandeira, no Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, em 2014; 17ª Bienal de Cerveira, em Vila Nova de Cerveira, Portugal, em 2013; dentre outras.

 

 

Artigo anteriorGeorgina Business Park realiza mostra de arquitetura
Próximo artigoVenda de camarotes do Votu Rodeo Music termina na próxima quarta-feira
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.