UPA de Olímpia recebe 34 cilindros de oxigênio doados pela AMBEV

0
12

A Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia (UPA) acaba de ser contemplada com a doação de 34 cilindros de oxigênio para o tratamento de pacientes com a Covid-19. A contribuição faz parte de um projeto da Ambev, com o apoio do Governo do Estado e parceria dos municípios, que visa auxiliar no enfrentamento da pandemia.

A iniciativa transformou parte de uma das fábricas da cervejaria, em Ribeirão Preto, em uma usina de oxigênio. A medida foi tomada pela empresa para ajudar no atendimento hospitalar, tendo em vista a alta ocupação hospitalar e a dificuldade das redes de saúde na aquisição de insumos para tratamento de pacientes.

O trabalho de produção teve início em março e já auxiliou centenas de hospitais em diversas cidades do país. Os cilindros com 10 metros cúbicos cada foram entregues, na tarde desta quinta-feira (29), na UPA. Além da doação, o projeto também fará a reposição dos cilindros quando necessário para suprir a demanda.

“A pandemia da Covid nos trouxe grandes desafios, mas, por outro lado, tem incentivado inúmeras ações solidárias. É momento de união para salvar vidas e esta iniciativa é prova disso. Só temos a agradecer pela parceria com a Ambev que será de grande ajuda para garantir o atendimento dos olimpienses”, declarou o prefeito Fernando Cunha.

Artigo anteriorDia das Mães ganha campanha especial no Iguatemi Rio Preto
Próximo artigoPrefeitura e Construtora Pacaembu lançam novo modelo de residencial em Rio Preto
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.