São Paulo: um roteiro turístico pela Avenida Paulista

0
39
Compartilhe

Marcada por arranha-céus, a Avenida Paulista é a via mais emblemática de São Paulo. Democrática e sempre movimentada, abriga muito mais do que prédios de escritórios. Lojas, shoppings, cinemas, restaurantes e cafés estão por toda a avenida, além de um dos melhores circuitos culturais da cidade.

Para quem visita São Paulo, passear pela Avenida Paulista é imperdível. Para te ajudar a montar um roteiro por lá, o WZ Hotel Jardins, hotel moderno que fica a apenas uma estação de metrô da Paulista, separou os destaques dessa via tão icônica da cidade. Confira:

MASP

O Museu de Arte de São Paulo foi instalado bem no centro da Avenida Paulista em 1968, com o icônico projeto assinado por Lina Bo Bardi. Hoje o acervo do MASP conta com mais de 11 mil itens, entre pinturas, esculturas, objetos, fotografias e muito mais. Além de exposições temporárias, o acervo fixo no segundo andar tem um grande diferencial: as obras foram retiradas das paredes e são expostas em um grande salão sobre cavaletes transparentes.

Japan House São Paulo

Inaugurada em 2017, a Japan House São Paulo é um projeto criado pelo governo japonês para difundir a genuína cultura japonesa. Desde então, a instituição já promoveu mais de trinta exposições sobre arquitetura, tecnologia, gastronomia, moda, arte e cultura pop do país. O local também conta com lojas, um café e um restaurante. A fachada já é uma obra de arte, projetada pelo arquiteto Kengo Kuma com a arte japonesa do encaixe usando a madeira Hinoki. A entrada é gratuita.

IMS Paulista

Com nove andares de pé-direito duplo, em um prédio com arquitetura diferenciada, o Instituto Moreira Salles funciona como um centro cultural vertical. O local conta com mais de 1.200 m² para exposições, um cineteatro, uma biblioteca de fotografia, salas de aula, a loja-livraria IMS por Travessa e o café-restaurante Balaio, do chef Rodrigo Oliveira. A entrada é gratuita.

Centro Cultural Fiesp

Na sede da Fiesp, esse complexo cultural é formado pelo Teatro do Sesi-SP e diversos espaços onde acontecem shows, oficinas, workshops, palestras e exposições ao longo do ano. Todos os ingressos dos eventos culturais do Sesi-SP são gratuitos. Há ainda uma livraria, uma cafeteria e um jardim assinado por Roberto Burle Marx.

Itaú Cultural

O Itaú Cultural é um espaço com eventos gratuitos de música, teatro, dança, literatura, artes visuais e tecnologia. Há exposições permanentes e também temporárias, então vale ficar atento à agenda cultural da instituição.

Casa das Rosas

Em meio aos altos e modernos edifícios da Avenida Paulista, a Casa das Rosas se destaca: uma mansão em estilo clássico francês que data de 1935, com 30 cômodos, cercada por jardins floridos, onde se reuniam os barões do café. Como uma exceção à regra, o antigo casarão foi salvo da demolição e restaurado. Hoje, a Casa das Rosas funciona como espaço cultural, que recebe cursos, palestras, saraus, exposições ligadas à literatura e muito mais. Tem também livraria e um café localizado no jardim. A visita é gratuita.

Sesc Avenida Paulista

Além de espaços para atividades culturais e educativas distribuídos em vários andares, o Sesc Avenida Paulista abriga um mirante na cobertura, que fica no 17º andar. É o melhor lugar para ver do alto o endereço mais famoso da cidade. Essa unidade do Sesc conta ainda com café e a Comedoria, com opções de salgados, bebidas e pratos rápidos. A entrada é gratuita.

Parque Trianon

Bem no centro da Paulista, em frente ao MASP, o Parque Trianon é um oásis verde em meio ao concreto. Inaugurado em 1892, o parque é histórico e possui um acervo de obras de arte, como esculturas de Victor Brecheret, e árvores centenárias, remanescentes da Mata Atlântica.

Paulista aos domingos

Visitar a Avenida Paulista aos domingos é uma experiência bem diferente. Das 8h às 16h (horário sujeito a alterações), toda a via fica aberta exclusivamente para a circulação de pedestres e ciclistas. Seus quase 3 km de extensão se transformam em um grande e animado parque. Aproveite para visitar a Feira de Antiguidades no vão livre do MASP, que acontece aos domingos.

Compras

Com diversas lojas de grandes marcas, galerias e shoppings, a Paulista é lugar certo para quem quer fazer algumas comprinhas. Ao longo da via, há quatro shoppings: Center 3, Cidade de São Paulo, Top Center e Pátio Paulista. Não deixe de visitar também o Conjunto Nacional, um dos edifícios mais icônicos da Paulista, onde você vai encontrar lojas, restaurantes, sorveterias e a belíssima Livraria Cultura. Para quem gosta de literatura, vale conhecer a Livraria Martins Fontes, próxima à estação Brigadeiro do metrô.

Onde ficar: WZ Hotel Jardins

O WZ Hotel Jardins tem uma localização privilegiada em São Paulo: fica em plena Avenida Rebouças, a 100 metros da estação Oscar Freire do metrô. Em poucos minutos, você estará na Avenida Paulista, ao descer na estação Paulista da Linha 4-Amarela, que também tem conexão com a Linha 2-Verde, que atravessa toda a Paulista. Com estilo contemporâneo, o WZ Hotel Jardins tem quartos amplos e confortáveis com diferentes configurações, centro de convenções para todos os tipos de eventos, restaurante, bar, wi-fi gratuito e estacionamento no local. A estrutura do WZ Hotel Jardins privilegia o design e os cenários instagramáveis, tanto nos espaços internos quanto na icônica fachada que se ilumina à noite.

Avenida Rebouças, 955 (entre Rua Oscar Freire e Alameda Lorena) – São Paulo/SP

Telefones: (11) 3069-0000 / 0800-129422

Reservas e informações: www.wzhoteljardins.com.br


Compartilhe
Artigo anteriorDia dos Namorados: Doral Guarujá oferece mimos e jantar romântico
Próximo artigo9 hotéis para passar o feriado de Corpus Christi
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.