Engenho de Mirassol conquista países como Estados Unidos e Reino Unido

0
90
Compartilhe

Mundialmente conhecida como um dos principais patrimônios da gastronomia brasileira, a cachaça hoje possui status de bebida requintada, mas não foi sempre assim. Marginalizada por muito tempo como a bebida da classe operária, em detrimento ao whisky escocês consumido pela elite, hoje a cachaça divide as prateleiras do mundo com os mais tradicionais e famosos destilados. Fator que se deu graças ao empenho de destilarias sérias a agregar-lhe valor através de ingredientes selecionados, como é o caso do Engenho Dom Tápparo.

Localizada em Mirassol, interior de São Paulo, a 15 quilômetros de São José do Rio Preto, o Engenho Dom Tápparo surgiu pela iniciativa do Sr José Tápparo, patriarca da família, que em 1978 resolveu produzir cachaça tanto para consumo próprio como para presentear familiares e amigos. O sucesso foi tão grande que José viu nessa atividade uma oportunidade de negócio.

Com os anos e a entrada da segunda geração da família, o engenho cresceu e passou a produzir vários tipos de cachaças, coquetéis alcoólicos e licores. Hoje a empresa conta com a colaboração da terceira geração para dar continuidade ao sucesso da destilaria.

Assim como em outros nichos do mercado, o sucesso de um produto não depende apenas de sua excelência, é necessário inovar ante às inúmeras opções a dividirem a prateleira e ao número crescente de novas marcas que aparecem todos os dias. Com a cachaça não é diferente. Se antigamente apenas a alta qualidade do produto era fator determinante para seu sucesso, hoje a visibilidade é quem dá as cartas. Um bom exemplo disso são as redes sociais e seus inúmeros “influenciadores”.

No entanto, apenas divulgar na internet não é garantia de sucesso, é preciso também muita qualidade e criatividade para ser notado nesse imenso mar de informações e propagandas. Ainda assim, mesmo com todo o processo de reformulação tecnológica pelo qual o setor da propaganda tem passado nesses últimos anos, algumas ações mais simples e criativas têm se mostrado bem mais eficazes do que o anúncio em redes sociais. Um bom exemplo é a cachaça Cabaré.

Em uma ação para promover sua cachaça extra premium 15 anos, a família Tápparo decidiu fazer uma parceria com a turnê do show Cabaré no ano de 2015. Desde então, a cachaça Cabaré é sucesso absoluto, registrando recorde de vendas em seu lançamento. Hoje, a linha de cachaças Cabaré conta com os seguintes produtos: Cachaça Extra Premium, Cachaça Prata, Cachaça Ouro, Cachaça Armazenada em Tonéis de Amburana, Ice Sabor Limão e a Coquetel de Canela Fire. 

“Não há dúvidas sobre a importância da divulgação do produto no ambiente digital, no entanto essa é uma ação comum para a promoção de uma marca. É fundamental pensar fora da caixinha e criar ações efetivas para chamar a atenção do cliente.” conta Breno Tápparo, diretor de produção e que está à frente do engenho junto com os dois irmãos, Bruno, Giovanni e os pais, Ademilson e Águeda.

E por falar em pensar fora da caixinha, a família Tápparo acertou novamente quando em 2020 promoveu sua cachaça Cabaré nas lives de artistas musicais que se seguiram durante o período de quarentena prolongada. Foram mais de 600 apresentações musicais ao vivo pelo Youtube a promover o produto. Sem contar que também ajudaram milhares de pessoas: mais de 100.000 unidades de álcool em gel, 300 toneladas de alimentos e 300.000 unidades de máscaras foram doadas. Com esse feito o resultado não poderia ser outro a não ser um novo sucesso de vendas.

Em 2019, ocorreu a primeira exportação, feita para os Estados Unidos. Depois, vieram Holanda e Portugal. Em julho desse ano, outra grande conquista para a família: um distribuidor levou as bebidas da Dom Tápparo para o Reino Unido. 


Compartilhe
Artigo anteriorGR GROUP anuncia plano de investimentos para expansão do turismo de Olímpia e Barretos
Próximo artigoLA’BRIZZA lança linha para reconstrução de fios e concorre com marcas internacionais
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.