Concurso de Berrante é um dos destaques da Festa do Peão de Barretos

0
138
Concurso de Berrante é um dos destaques da Festa do Peão de Barretos
Concurso de Berrante é um dos destaques da Festa do Peão de Barretos

 

Tão tradicional quanto a Festa do Peão de Barretos, o berrante faz parte da cultura brasileira e da memória sertaneja. E durante a 62ª edição da festa, a tradição tropeira se mantém viva com o Concurso de Berrante.

“O propósito é manter essa tradição do peão boiadeiro, do condutor da boiada. Homenagear os berranteiros de todo Brasil”, diz Armando Garcia, organizador do concurso.

A competição, que é realizada desde a primeira edição da Festa do Peão, reúne berranteiros do todo o País para eleger quem se sai melhor nas apresentações em cinco tipos de toque.

Isso mesmo! Do instrumento feito com os chifres do boi é possível tirar pelo menos cinco toques diferentes. E o som do berrante alcança até três quilômetros de distância.

Uma comissão formada por três juízes avalia o desempenho dos candidatos nos toques: “Saída ou Solta”, som usado para despertar a boiada de manhã; “Estradão”, toque que reanima a boiada na estrada; “Rebatedouro”, toque de aviso de perigo; “Queima do Alho”, aviso aos peões da hora do almoço; e o “Floreia”, um toque livre, que pode ser uma música para divertimento.

E vencer todas essas etapas e ser consagrado com o prêmio de R$ 1.000 não é tarefa fácil. Alceu Garcia, 70 anos, berranteiro que coleciona 38 vitórias na competição masculina em Barretos, diz que um dos segredos é raiz na cultura sertaneja.

“É mais fácil para quem tem essa ligação, essa paixão. E também tem gente que nasce com o dom”, diz.

Ainda segundo ele, também é preciso muita dedicação.

“Tudo é treino. O berrante é um instrumento musical e também precisa de prática.”

O Concurso também tem a categoria feminina e as mulheres estão ganhando destaque a cada edição. Um destes destaques é Daniele Ferreira Santos. Conhecida como Danny Berranteira, ela venceu sete vezes na categoria feminina do concurso em Barretos. Começou a tocar com 15 anos de idade, ensinada pelo pai. Ela começou a participar de concursos e treinar para as competições.

Na edição deste ano em Barretos, serão 15 candidatos em cada categoria que disputam o primeiro lugar na competição. Quem fica com o segundo lugar ganha R$ 500 e os terceiros colocados de cada categoria –masculina e feminina- levam R$ 300 pra casa.

O concurso será no segundo sábado de festa, no dia 26, antes do tradicional Concurso culinário da Queima do Alho.

Artigo anteriorAtitude Empreendedora, com Paulo Yossimi, é tema do Conexão Iguatemi
Próximo artigoConcurso e feira fitness une saúde e qualidade de vida no Riopreto Shopping
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.