Conheça três hospedagens da Associação Roteiros de Charme que possuem RPPN

0
89

As Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) se destacam como uma forma da iniciativa privada participar efetivamente de ações para a proteção da rica biodiversidade brasileira e de seus preciosos ecossistemas. O Brasil tem cerca de 1,7 mil dessas reservas, segundo a Confederação Nacional de RPPNs, que somam mais de 800 mil hectares cuidadas por pessoas físicas, jurídicas ou instituições.

Essas iniciativas corroboram ainda mais a conquista brasileira do título de o melhor país do mundo para se fazer ecoturismo. O Índice de Ecoturismo, elaborado pela plataforma global Forbes Advisor, ranqueia os países com base na avaliação da biodiversidade, quantidade de atrativos naturais e parques reconhecidos pela Unesco, e da sustentabilidade destes destinos. Foram avaliados 50 países e o Brasil recebeu a elevada pontuação de 94,9/100, bem à frente do México, que ficou na segunda colocação, com 86 pontos. 

Com sustentabilidade no seu DNA, a Associação de Hotéis Roteiros de Charme estimula e possui em seu quadro de associados hospedagens com a visão de preservação há mais de 30 anos. Além da proteção em si do patrimônio natural, com a proibição do desmatamento, o plantio de mudas nativas, o uso de produtos biodegradáveis e o controle do acesso, esses hotéis e pousadas promovem também conscientização ambiental e turismo sustentável e representam modelos de negócios bem-sucedidos que promovem a diversificação das atividades econômicas, gerando emprego e renda para a população local.

Conheça a seguir três hospedagens da Associação Roteiros de Charme nas quais você pode passar o dia 31 de janeiro, data em que é celebrado o Dia das Reservas Particulares do Patrimônio Natural:

Pousada Quinta dos Pinhais 

No interior de São Paulo, a duas horas da capital, a Pousada Quinta dos Pinhais, em São José dos Pinhais, conta com uma RPPN com dois quilômetros de Mata Atlântica. A unidade complementa as iniciativas de sustentabilidade da hospedagem. A Quinta dos Pinhais já faz uso de energia limpa, coleta seletiva de resíduos, compostagem e a RPPN contribui ainda mais para conseguir a neutralidade nas emissões de carbono.

Quem se hospeda na pousada consegue ver facilmente os resultados na grande variedade de aves e animais silvestres, na qualidade do ar e da água e nas plantas nativas que colorem os jardins e a mata. Conheça a Pousada Quinta dos Pinhais clicando neste link: https://www.roteirosdecharme.com.br/hotel/quinta-dos-pinhais/

Hotel Eco Resort Vila São Romão

O Hotel Eco Resort Vila São Romão, na região serrana do Rio de Janeiro, fica na Área de Proteção Ambiental (APA) Macaé de Cima. A área tem uma grande extensão de mata atlântica que foi transformada em RPPN pelo proprietário, um produtor rural. Cercada de lagoas, cachoeiras e plantas como bromélias e orquídeas, a reserva tem entre seus objetivos proteger os recursos hídricos da região.

Com chalés isolados em meio a uma área verde, hospedar-se no Villa São Romão é viver uma sensação de liberdade em meio à natureza.  Conheça a Vila São Romão clicando neste link: https://www.roteirosdecharme.com.br/hotel/eco-resort-hotel-villa-sao-romao/

Pousada Raiz Parque

A preservação dos recursos hídricos e das espécies ameaçadas do bioma do Cerrado justificam e muito a existência de uma RPPN de 500 hectares. A área, a 56 km da histórica Diamantina, numa região que combina serra e cerrado, no Vale do Jequitinhonha e na Cordilheira do Espinhaço, é onde fica a Pousada Raiz Parque, na divisa com o incrível Parque Estadual do Rio Preto.

A 1,2 mil metros de altitude, com vista de 360º de um entorno fabuloso, a área abriga uma rica biodiversidade, incluindo espécies ameaçadas e é conhecida como a “caixa d’água do Brasil” devido ao papel crucial na formação das bacias hidrográficas do país. Conheça a Pousada Raiz Parque clicando neste link: https://www.roteirosdecharme.com.br/hotel/pousada-raiz-parque/

Leia também:

Conheça o Canal Malu Visita no Youtube