Rio Preto tem quase 3 mil curados da Covid-19 e 140 mortes

0
40
curso on-line

Rio Preto já registrou 2.942 pessoas curadas da Covid-19 desde o início da pandemia, em março. O número revelado nesta terça-feira, dia 14, durante atualização dos casos envolvendo o coronavírus, representa 60% do total de infectados na cidade.

Nas últimas 24 horas 40 novos casos positivos foram confirmados e mais 3 óbitos. São 4.823 pessoas com a doença que resultaram no total de 140 mortes. Além dos quase 3 mil recuperados, do universo de positivos 861 contaminados atuam na área da saúde e outros 748 apresentaram a síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

O coeficiente de incidência da doença no momento é de 1.046 casos para cada 100 mil habitantes.

Em média os testes de positividade que confirmam os casos positivos em pacientes que se submetem gira em torno de 30%.

“Estamos nos mantendo em um percentual de positividade acima dos 30%. Isso quer dizer que o vírus está circulando. Para cada 100 pessoas em torno de 30 tem resultados positivos. No início da pandemia isso era em torno de 5%. Como estamos coletando mais, a gente tem identificado, no entanto, o percentual tem se mantido”, explica a gerente da vigilância epidemiológica Andréia Negri.

 

Os gráficos sobre a pandemia em Rio Preto revelam que desde a semana 24 contada a partir do primeiro caso da doença, em março, ocorre aumento nos casos de óbitos. Da semana 27 para a semana passada, de número 28, houve aumento de 36% nos casos de mortes pela doença.

“Já estamos com 8 óbitos nesta semana, mostrando uma ascendente. Mais casos leves, mais pessoas internadas, mais pessoas vão pra UTI e mais óbitos são registrados”, diz Andréia.

No momento são 299 pacientes internados, 108 em UTI e 191 em enfermarias. Outro dado interessante é que em casas de repouso, 46 no total, entre particulares e residência geriátricas, foram registrados 111.560 contatos por profissionais a residentes monitorados. O monitoramento nestes casos é feito pelo complexo Faceres.

 

Artigo anteriorEntre o fim de semana e hoje são mais 13 mortes por Covid-19
Próximo artigoReceita super simples de quibe cru
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.