Entrega antecipada do residencial Akadia Jardins movimenta mercado imobiliário de Rio Preto

0
282

Amanhã, dia (22), a Hugo Engenharia entrega aos clientes o Akadia Jardins. A obra antecipou em 60 dias o prazo previsto para a conclusão . O residencial, localizado na Zona Sul, tem 216 apartamentos distribuídos em duas torres.  Será entregue com 95% das unidades comercializadas. O projeto foi elaborado com o conceito de condomínio-clube, com ampla área de uso comum. Tem infraestrutura de serviços, lazer completo e paisagismo marcante.

Para o diretor da construtora, Hilton Hugo Fabbri, o residencial é mais um sucesso de vendas. Sua entrega antecipada movimenta o mercado imobiliário da região.

“A conclusão antecipada do Akadia reforça nosso compromisso com os clientes e abre o calendário do mercado em 2017 com um projeto exclusivo, que dá relevância à região e demonstra o bom momento para investir no setor”, afirma.

Marcelo Chibeni e Hilton Hugo Fabbri diretores da Hugo Engenharia no Akadia Jardins Foto-Eduardo Penna

Com VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 76 milhões, o residencial tem como principal público famílias que buscam a combinação de localização ideal e conveniência. De acordo com o Secovi-SP, após um ano de crise em vários setores do país, com queda nas vendas em diversas áreas e muitas demissões, o setor da habitação começou a dar sinais de melhora ainda no fim de 2016.

Assim, a região de Rio Preto está otimista para 2017, já que a expectativa de queda na inflação, fator que também influencia na decisão de compra.

“Observamos que com a durante o andamento da obra, jovens casais passaram a procurar os apartamentos do Akadia. A solidez da incorporadora no mercado e a parceria com instituição financeira consolidada foram decisivos na hora de fechar o negócio”, comenta Marcelo Mulati, diretor comercial da Cidade Imóveis, responsável pela comercialização exclusiva do Akadia Jardins.

Para ele, o conjunto localização, área de lazer e credibilidade da construtora foi importante para o processo de vendas. Os apartamentos priorizam a distribuição inteligente de espaços e uma ambientação aconchegante marcada pelo estilo. Os clientes escolheram entre seis tipos de plantas. O tamanho dos apartamentos varia de 65,38 m2 a 77,65 m2, com dois ou três dormitórios. Todas as unidades têm suíte e uma ou duas vagas de garagem.

 

Akadia Jardins -O empreendimento

Em localização privilegiada em  Rio Preto, o Akadia Jardins fica no centro de um dos principais eixos viários da cidade. Compreendido pelas avenidas Alberto Andaló, José Munia e Arthur Nonato, marginal da rodovia Washington Luiz (SP-310). Escolhida para receber o residencial, a região ganha relevância e se valoriza com o novo projeto.

O Akadia Jardins foi implantado em um terreno com 5.155 m2 e tem 28.350 m2 de área construída, com duas torres. São 18 pavimentos de apartamentos, além do piso térreo e dois subsolos, onde estão as vagas de garagem. São dois elevadores por torre e uma área verde total de 1,2 mil m2.

A área de lazer externa, tem  com 1,4 mil m2  . Possui piscina com raia semiolímpica (25 metros) e piscina infantil, quadra poliesportiva, espelho d’água, jardins, pergolados, lounge e playground. Essa estrutura de paisagismo circunda espaços como salão de festas. Circunda, também, a ilha gourmet, churrasqueira e forno de pizza, espaço kids, playground, office , laundry, salão de jogos e academia entre outros itens .

O empreendimento é entregue também com apoios administrativos.  Uma sala para guardar documentações do condomínio e receber fornecedores ou prestadores de serviços. Outra conveniência é o espaço para diaristas, com vestiários, armários e uma copa para os profissionais.

“Nossa casa é íntima e deve ser reservada ao convívio da família e de pessoas próximas. As estruturas foram distribuídas para proporcionar tudo que o morador precisa e os ambientes comuns, além de permitirem múltiplos usos, são servidos por banheiros e vestiários adaptados e exclusivos”, destaca Marlene Capelin Pronti, coordenadora de projetos da Hugo Engenharia.

 

Akadia Jardins Arquitetura

O projeto arquitetônico de Paulo Toshio quebra a verticalidade das torres, criando movimento e dando imponência aos prédios. O projeto brinca com a volumetria de caixas e interliga as duas torres por meio desses elementos, fazendo com que as estruturas conversem. A arquitetura de interiores de Sandra Picciotto traz decoração sofisticada e que se conecta ao conceito de jardim, utilizando fortemente a madeira. Todos os ambientes foram trabalhados para oferecer conforto e harmonia entre os espaços.

O paisagismo de Neusa Nakata, adotado desde a concepção do empreendimento, permitiu a criação de uma cortina verde que circunda o condomínio.  Ajuda a preservar a intimidade e a amenizar as temperaturas. Outra característica é a presença da água em abundância, com amplos espelhos d’água, fonte e a piscina, com tamanho e formato exclusivos.

Seguindo uma característica da Hugo Engenharia, os apartamentos possuem elementos que favorecem o conforto dos moradores.  Tem ventilação cruzada e a iluminação natural. As paredes de extremidade externa e de divisa entre apartamentos receberam revestimento em argamassa mais espesso, a fim de propiciar o melhor desempenho térmico e acústico dos ambientes.

Nos cômodos de permanência prolongada, como dormitórios e sala de estar, foram instaladas mantas acústicas no piso, absorvendo os sons transmitidos por impacto. Até a escolha dos tons reforça a preocupação com o bem-estar. No revestimento externo, uma das estratégias foi adotar cores claras nas paredes de dormitório, além de utilizar tinta e argamassa que protegem a penetração de calor.

 

Artigo anteriorVida Nova Dignidade – Mais 164 famílias assinam contratos da casa própria em Rio Preto hoje
Próximo artigoRio Preto – Grito de Carnaval será nesta quinta-feira
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.