Fotógrafo Guilherme Baffi dá início ao projeto “Meu Palco é a Rua”

0
192

O fotógrafo rio-pretense Guilherme Baffi, promoverá nos próximos meses o projeto MEU PALCO É A RUA, realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura via ProAC/ICMS e com o patrocínio das empresas Kodilar, Cozimax, Natural Life, refrigerantes Poty, Hidroveda e Rio Tech, além do apoio do Riopreto Shopping.

Guilherme Baffi 2 

MEU PALCO É A RUA é uma exposição fotográfica composta por 50 imagens, que passará por seis cidades do interior do Estado de São Paulo: São José do Rio Preto, Mirassol, Bálsamo, Votuporanga, Holambra e Artur Nogueira, incluindo salas de exposições, centros comerciais e Escolas da Rede Municipal de Ensino.

 A exposição  traz flagrantes de personagens anônimos e artistas renomados que “brilham” nas ruas, avenidas e cruzamentos de São José do Rio Preto, cidade do interior paulista. A proposta deste projeto é revelar em cada imagem uma história diferente, a arte não encontrada nos palcos e arenas convencionais retratando artistas do palco e do dia a dia, alvos da lente do fotógrafo. Também aqueles personagens que, de modo involuntário, se tornaram figuras folclóricas e simbólicas da alma do povo rio-pretense.

 Guilherme Baffi 4

Além da exposição, o projeto prevê visitas monitoradas e um workshop sobre a arte de fotografar, o processo que levou o artista a registrar o cotidiano dessas pessoas que fazem da rua seu verdadeiro palco e, ainda, instigar e estimular os visitantes a trilhar o caminho da fotografia.

Guilherme Baffi

 

Guilherme Baffi herdou o gosto pela fotografia de seu pai, Edson Baffi, que faleceu em 2011, um dos fotógrafos mais respeitados da cidade de São José do Rio Preto. Ocupante da cadeira nº 15 da Academia Rio-pretense de Letras e Cultura, Baffi era um artista das lentes, sensível à poesia da cidade e à importância das circunstâncias cotidianas.

 Baffi descobriu, trabalhando no registro do cotidiano da cidade, o encanto das apresentações diárias dos artistas anônimos que fazem da rua o palco para suas performances. E foi com esse olhar que começou a registrar esses espetáculos de rua que, por vezes, passam despercebidos das pessoas. Agora, ele reuniu esses registros em um trabalho artístico e quer, justamente, instigar as pessoas a prestarem um pouco mais de atenção nesses artistas.

 O lançamento do projeto será no dia 7 de abril, na Praça 1 de Eventos do Riopreto Shopping. A exposição permanece no local até o dia 19 de abril e depois segue para a Casa de Cultura Dinorath do Valle. A partir de maio, o projeto itinerante passa pelas cidades de Votuporanga, Mirassol, Bálsamo, Artur Nogueira e Holambra.

 

 

[mp_ads_system ads_system_select=”23183″]
[mp_ads_system ads_system_select=”22349″]