Geração de emprego em Olímpia cresceu 245% no acumulado nos últimos 3 anos

0
319
created by dji camera

 O CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados mostrou que a geração de emprego formal em Olímpia apresentou um crescimento de 245% nos últimos três anos. Fica comprovando o crescimento econômico e o aquecimento do mercado de trabalho na Estância .

Isso porque em 2017, a cidade fechou o ano com um acumulado de 224 vagas, entre admissões e desligamentos.  Saltou, agora, em 2019, para 773 vagas no ano. Comparado a 2018, o aumento do último ano foi de 66% (465 novas vagas).

Os dados referentes  ao desempenho ao longo de 2019 foram divulgados na manhã desta sexta-feira (24), pelo Ministério da Economia.

O saldo positivo coloca Olímpia entre os 40 municípios do Estado que mais geraram empregos no último ano. E, também, coloca a cidade entre três melhores em relação a outras do mesmo porte.

O saldo de 2019 também foi o melhor já registrado nos últimos 13 anos, tendo o acumulado menor apenas que o de 2006, quando a cidade encerrou o ano com 1.090 novas vagas formais. De lá pra cá, o município manteve-se estável com boa geração de emprego, registrando saldo negativo apenas em 2015 e 2016, mas logo apresentou recuperação e crescimento.

Entre as cidades mais próximas, Olímpia superou cidades como Votuporanga (-41), Novo Horizonte (-303), Araçatuba (-108), Jales (+272), Mirassol (+403), Severínia (-8) e Fernandópolis (+250). Na região, os municípios que registraram maior geração de emprego foram os grandes centros como Bebedouro (+1389), São José do Rio Preto (+1.337 empregos), Catanduva (+1.194) e Barretos (+1.111).

 “Nos últimos anos, temos vivenciado o crescimento de nossa cidade, que entrou em um novo patamar de desenvolvimento. Podemos comprovar isso com os investimentos em infraestrutura e com a inauguração de novas e grandes empresas de alimentação, entretenimento e comércios. . Encerramos 2019 com essa análise positiva e iniciamos o novo ano ainda mais otimistas”, declarou o prefeito Fernando Cunha.

Artigo anteriorJaneiro da Comédia tem seis espetáculos no fim de semana
Próximo artigoTamareira e Cerveja Belga, Jota Quest, Feijoada do Ed, Quintal Food Park e mais
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.