Grupo Lígia Aydar estreia “Sítio do Pica-Pau Amarelo no Reino das Águas Claras”

0
111
Sítio do Pica-Pau Amarelo

Pela primeira vez, o grupo Lígia Aydar apresenta uma obra nacional em  Rio Preto. O espetáculo “Sítio do Pica-Pau Amarelo no Reino das Águas Claras”, inspirado na obra de Monteiro Lobato, estreia no dia 30 de abril, às 20h, no Teatro Paulo Moura. No feriado, dia 1º de maio, a sessão será às 18h.

O musical traz personagens apaixonantes, em um lugar mágico. A saga promete levar o público a embarcar em um sonho divertido, encantador e lúdico, onde os adultos voltam a encontrar a sua criança e as crianças mergulham nessa fábula fascinante.

Viagem de Narizinho

“Sítio do Pica-Pau no Reino das Águas Claras” conta a história da viagem de Narizinho e sua boneca de pano, Emília, às terras do Príncipe Escamado. A intenção é conseguir uma consulta com o Doutor Caramujo, um renomado médico, que possui pílulas que farão Emília falar. No entanto, a malvada Cuca, que durante muito tempo planeja dominar o mundo, em parceria com Dona Carochinha, fará esse passeio ser uma aventura desafiadora.

A obra conta com 15 artistas no elenco, além de coreógrafos. O espetáculo conta com texto, músicas e coreografias inéditos e produzidos aqui em Rio Preto. Figurinos, adereços e cenários transportam os espectadores para esse universo incrível deixado por Monteiro Lobato.

“Esse trabalho chega para encantar a todos e traz todo o cuidado na produção, algo que já é uma marca do nosso trabalho”, afirma Lígia Aydar.

O novo trabalho do Grupo foi inspirado na clássica obra de Monteiro Lobato, escritor nascido em Taubaté, em 1882, considerado gênio e pioneiro da literatura infanto-juvenil.

Criou o Sítio do Pica Pau Amarelo, obra que o celebrizou. Em 1920 lançou “A Narizinho Arrebitado”, leitura que foi adotada nas escolas. Lobato foi responsável por trazer para a infância um rico universo de folclore, cultura popular e muita fantasia.

Entre suas publicações estão “Reinações de Narizinho” (1931), “Caçadas de Pedrinho” (1933) e “O Pica-pau Amarelo” (1939). Os “Trabalhos de Hércules” concluem uma saga de 39 histórias e quase um milhão de exemplares vendidos. Suas obras foram traduzidas para diversos idiomas, como francês, italiano, inglês, alemão, espanhol, japonês e árabe.

Ficha Técnica

Texto: Bhá Prince

Concepção Teatral, Direção Teatral e Letra das Músicas: Bhá Prince

Composição Musical e Arranjos: Fábio Caldeira

Direção Musical: Fábio Caldeira e Bah Poeta

Coreografia: Marcos Henrique

Coreografia Sapateado: Katia Èsquerdo

Cenografia e Figurino: Lígia Aydar

Adereços: Lígia Aydar e Iris Jordão

Produção Executiva: Bruna Aquino e Ligia Aydar

Iluminação: Bhá Prince

Elenco Principal: Ana Laura Arantes, Gaby Thaly, Isabelle Prato, Lucas Felipe, Maria Laura Di Giorgio, Maycon Nascimento, Mikael Yadish, Samara Menegildo e Uriel Canile.

Ensemble: Bianca Rosa, Bianca Sanchez, Clara Amaral, Francesca Ferrari, Larissa Wehbi, Letícia Mariana.

Novos caminhos

Fundado em 2012, pela empresária, figurinista e atriz Lígia Aydar, o Grupo já adaptou grandes obras e produziu musicais como “Cats”; “O Rei Leão – O Musical”; “O Mágico de Oz”; “O Quebra-Nozes” e “O Pequeno Príncipe”.

Em 2019, a empresa ampliou sua rede de atuação e atingiu a região Nordeste, abrindo uma filial na cidade de Fortaleza, no Ceará, no dia 20 de abril.

“Esta é a primeira vez que fazemos essa ponte com outro Estado. Inicialmente fizemos um contrato com o Iguatemi Shopping e hoje já estamos produzindo ações para festas e eventos em Fortaleza”, conta Lígia Aydar.

Segundo ela, a seleção para casting em Fortaleza foi um sucesso.

“Recebemos 200 pessoas e selecionamos muito gente boa. Já temos um elenco musical com 12 profissionais e outros 45 no elenco geral. Abrimos nossa temporada no Nordeste com o musical A Fantástica Fábrica de Chocolate”, explica a empresária.

Nas próximas férias, o Ceará vai receber o “Sítio do Pica-Pau no Reino das Águas Claras”. “Para nós, a abertura de uma unidade em Fortaleza foi um passo muito importante para o teatro musical e para os eventos, pois trata-se de uma mercado muito restrito. Por isso, foi muito gratificante”, revela Lígia Aydar.

 

Musical “Sítio do Pica-Pau no Reino das Águas Claras”
Local: Teatro Paulo Moura – Av. Duque de Caxias, 3900 – Jardim dos Seixas – São José do Rio Preto
Data: Terça-feira, 30 de abril, às 20h / Quarta-feira, 1º de maio, às 18h
Ponto de venda de ingressos: Escola de Artes Lígia Aydar
Artigo anteriorMalu Visita traz bate papo com o nutrologista dr. IvanTogni Filho e dia das mães Swarovski do Iguatemi Rio Preto
Próximo artigoDia das Mães do Iguatemi  Rio Preto presenteia clientes com L’occitane au Brésil
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.