Mara Madureira ensina Habilidades Sociais e Relações Humanas no Trabalho

0
126

 


A psicóloga Mara Lúcia Madureira oferece um treinamento em Habilidades Sociais e Relações Humanas no Trabalho, dia 23 de março, sábado, no Ibilce, em Rio Preto. O treino em habilidades sociais capacita as pessoas a perceberem mudanças de contextos e nos padrões de comunicação e adotar uma linguagem de acordo com a idade, o sexo, a classe social e educação da outra pessoa e, sua efetividade depende do que se pretende alcançar em uma determinada situação. Um comportamento apropriado em um contexto pode ser impróprio em outro.
Segundo a psicóloga, as habilidades sociais ou assertividade são competências necessárias ao nosso tempo mais do que em qualquer outra época. Ainda que vivamos na era high-tech, o impacto pessoal sobre o desempenho das pessoas e qualidade das relações humanas no ambiente corporativo e familiar, jamais foram tão influentes. Trabalhamos em equipes, nos relacionamos afetivamente, necessitamos da ajuda e colaboração de pessoas sobre as quais não exercemos autoridade formal. “De modo geral, o que as pessoas sentem a nosso respeito e a colaboração que nos dispensam são influenciados pelo modo como as tratamos. Quanto maior a efetividade de nossos comportamentos mais seremos respeitados como chefe, colega, membro de equipe ou cônjuge”, diz.
Mara explica que a assertividade permite defender nossos direitos, confere maior chance de êxito, estabelece as bases para uma interação eficiente e reforça a certeza de conduzir a conversação de modo positivo, sem desrespeitar os direitos das outras pessoas. “O treinamento em habilidades sociais é focado e dirigido a incrementar a competência da atuação em situações críticas através da aprendizagem de novas estratégias e habilidades interpessoais, com o objetivo de melhorar a competência interpessoal e individual em situações sociais específicas”.
O desenvolvimento completo do THS implica em quatro componentes estruturados:
Treinamento em habilidades: processo de aprendizagem de comportamentos específicos, praticados e integrados ao repertório comportamental do sujeito, através de procedimentos como instruções, modelos, ensaios, feedbacks e reforçamento.
Redução da ansiedade em situações problemáticas: a diminuição da ansiedade é obtida de forma indireta, através da aquisição de novos comportamentos, mais adequados e incompatíveis com ansiedade, técnicas de relaxamento ou a dessensibilização sistemática.
Reestruturação cognitiva: processo de modificação de valores, crenças, cognições e/ou atitudes do sujeito. A reestruturação cognitiva ocorre de forma indireta. A aquisição de novos comportamentos modifica, em médio e longo prazo as cognições do sujeito.
Treinamento em soluções de problemas: a pessoa aprende a perceber corretamente os valores dos parâmetros situacionais relevantes; a processar os valores destes parâmetros para gerar respostas potenciais; a selecionar as respostas e enviá-las de modo a maximizar a probabilidade de alcançar o objetivo da comunicação interpessoal.
O comportamento habilidoso produz mais conseqüências positivas do que negativas e evita punições. É importante observar o que a pessoa faz e as reações que o seu comportamento provoca nos demais. Assertividade significa saber atuar de maneira competente nas relações interpessoais. Diferentes situações requerem comportamentos diferentes. Os comportamentos necessários para uma conversação formal são bem diferentes dos comportamentos utilizados em uma situação de intimidade.
O curso será realizado das 9h às 12h e das 14h às 17h. O investimento é de R$140 para inscrições até o dia 10 de março. Depois desta data o valor é de R$170. Mais informações pelos telefones (17) 3216.6174 e 8160.0251.

Artigo anteriorSessões exclusivas do Walt Disney Company para clientes Riopreto Shopping
Próximo artigoSanto de Casa faz milagres, águas quentes aqui pertinho com preço amigo em 10x no cartão
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.