Marcos Apóstolo é Sp’oente Contabilidade

0
111

Foto- Eloisa Mattos

 

Marcos Apóstolo recebe na noite dos Sp’Oentes, dia 9 de novembro, festa promovida pela colunista Cida Caran, o título de Sp’Oente Contabilidade.

 

Com 16 anos ele jogava “snooker” em um bar quando um colega  falou que um escritório estava contratando um “moleque” para fazer cobrança. Lá foi ele para a entrevista no Edifício Automóvel Clube.

O escritório era o “Itamaraty”. Marcos Apóstolo foi contratado em 14 de agosto de 1972. O “moleque” fazia a cobrança de bicicleta debaixo do sol quente. O cliente mais longe era o supermercado Pegue e Pague, que ficava no Eldorado. Marcos levava a guia, muitos clientes davam então o cheque, ele voltava ao centro pagava os Darfs e retornava com os recibos. Foi assim que tudo começou. Não demorou muito e ele foi para o Departamento Fiscal.  Aos 19 anos ele já era gerente do escritório.

E em 1º de abril de 1981 junto com Ed Walter Falco comprou a Itamaraty. Na época a empresa funcionava na Rua Rubião Júnior, 3210 e tinha seis funcionários. Marcos lembra até o número do telefone de trinta anos atrás. Lembra também que os assoalhos eram de madeira e o arquivo era uma “banheira” que ficava atolado com as pastas de trabalho. Apóstolo é técnico em ciências contábeis, cursou administração de empresas e mais de “cem outros cursos”, brinca.

Marcos acredita que seu amor pelo esporte, joga futebol duas vezes por semana, é responsável pela sua forte atuação no mundo empresarial. “Sou competitivo e empreendedor, em 1996 assisti uma palestra de uma empresa contábil em um evento da Sescon e disse para mim mesmo, um dia vou subir neste palco para falar da Itamaraty.

Meta alcançada!

Artigo anteriorHole in one é comemorado no Varanda do Golfe
Próximo artigoCamarote Brahma Country no Super Bull Olímpia
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.