O paraíso das cervejas

0
67
Mosteiro Trappista Rochefort, na Belgica, com o amigo Dreisson Mattias
 

 O  empresário Bruno Carsava  realizou um sonho: conhecer uma das grandes escolas cervejeiras do mundo, na Bélgica.

Em seu passeio pelo país, pôde constatar a coerência do ditado popular que diz que “a Bélgica não é a terra das cervejas, mas o paraíso das cervejas”.

Além das incontáveis cervejarias que ali existem, destacam-se os mosteiros trappistas, fundados no século XVIII por monges perseguidos pelo secularismo da revolução francesa.

Lá estão as cervejas consideradas mais criativas do mundo e que, ainda hoje, são feitas pelos próprios monges ou sob sua supervisão direta. Em seu passeio, Bruno passou pelos mosteiros Chimay e Rochefort – ambos de grande tradição na escola belga.

Depois dessa viagem inspiradora, Bruno retoma seu trabalho em suas duas lojas, pronto para atender à grande demanda de kits – que unem cervejas importadas, baldes de alumínio e copos especiais – que chega junto com as festas de final de ano.

 O  empresário Bruno Carsava é proprietário de duas franquias da Mr. Beer Cervejas Especiais na cidade (Plaza Avenida Shopping e Rio Preto Shopping Center).

Artigo anteriorSuper Bull Olímpia movimenta R$ 3 milhões
Próximo artigoTutifashionweek termina com BBB Flávia Viana na passarela
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.