Combata a ressaca com ovos

0
410
ovos mexidos
ovos mexidos
O carnaval e o consumo de álcool sempre andaram juntos. Dessa forma, a data festiva, por muitas vezes, é relacionada com o alto consumo de bebida alcoólica, seja na avenida ou nos bloquinhos de rua. Segundo Lúcia Endriukaite, nutricionista do Instituto Ovos Brasil, após a ingestão da bebida alcoólica, parte do álcool é absorvida no estômago e o restante no intestino delgado.

“Após a absorção, o álcool cai na corrente sanguínea e vai para o fígado, onde é metabolizado e excretado. Além de causar danos ao fígado com a famosa ressaca e para alguns vômitos, o álcool altera o comportamento, que a princípio pode deixar a pessoa mais alegre e descontraída, mas depois deprime, podendo acarretar em alterações de humor e dependência”, explica a especialista.

  Para se ter uma ideia, de acordo com o professor Marcus Vale, da Seara — UF, 1 litro de cerveja apresenta algo em torno de 48 a 50g de álcool e a eliminação de álcool pelo organismo de um homem de 70kg é de aproximadamente 15g por hora, o equivalente a 340 ml de cerveja. Já na mulher esse processo é muito mais sensível e demorado, portanto, o dano é muito maior, interferindo inclusive nos hormônios sexuais.

  Caso tenha exagerado nas festas e precisa de uma dica prática para aliviar o mal-estar e continuar a folia, o consumo de ovos pode ser muito benéfico. Ainda segundo a nutricionista, o ovo é o alimento mais completo para essa missão e qualquer outro tipo de dieta. A praticidade, sabor, fácil acesso e funcionalidade são as características que colocam o ovo como um grande aliado.

  O que comer antes de sair para a folia?

  Para evitar que a bebida potencialize os efeitos indesejáveis da ressaca, é preciso apostar em uma alimentação nutritiva antes de sair para as festas.

“Fazer refeições que contenham ovos antes de beber retarda a absorção do álcool pelo organismo, porque o ovo é rico em proteína e em gorduras boas, dos tipos mono e poli-insaturadas”, explica a nutricionista do Instituto Ovos Brasil.

Além disso, é importante se alimentar durante o consumo de bebida e intercalar o consumo de bebidas alcoólicas com sucos ou água.
  O ideal é dar prioridade para alimentos leves, nutritivos e ricos em proteína.

“Uma boa pedida é o omelete que vai proporcionar saciedade, vai retardar a absorção do álcool, além de contribuir com as vitaminas do complexo B que ajudam o funcionamento do fígado”, diz a especialista.

  O que comer para curar a ressaca?

  Como dissemos anteriormente, a chamada ‘ressaca’ nada mais é do que um conjunto de sintomas mentais e físicos ocasionados devido ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o que resulta em desidratação, aumento da atividade do fígado para eliminar o excesso de álcool do sangue e alterações do sistema nervoso devido à hipoglicemia induzida pelos altos níveis de álcool circulantes.

  A proteína do ovo é também uma ótima alternativa para acelerar a recuperação depois da folia. O alimento possui vitaminas do complexo B, necessárias para reparar as perdas que o álcool proporciona ao organismo. Vitaminas A, E e minerais como magnésio, zinco, manganês e selênio são nutrientes antioxidantes que favorecem a recuperação celular.

“Depois da folia, o recomendado é consumir refeições leves, como ovos mexidos ou ovos levemente cozidos por sete minutos com torradas, sucos de frutas e iogurte com cereais. Elas fornecem proteínas importantes para que as demandas do organismo sejam supridas e para a manutenção de nosso sistema imune”, aconselha Lúcia.

  É importante salientar que para aproveitar ao máximo é preciso estar de mãos dadas com a moderação. Mantenha-se hidratado e bem alimentado, evite misturar bebidas alcoólicas e se estiver fazendo uso de algum medicamento ou se for dirigir, não beba.

  Sobre O Instituto Ovos Brasil O Instituto Ovos Brasil é uma entidade sem fins lucrativos, que foi criada em 2007 com objetivo de educar e esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo e os benefícios que o alimento proporciona à saúde. Entre seus propósitos, também destaca-se a missão de desfazer mitos sobre seu consumo.

O IOB tem atuação em todo o território nacional e hoje é referência em informação sobre ovos no Brasil.