Vitão Natureza leva sua imagem poética para exposição no CEU das Artes

0
183
Vitão Natureza leva sua imagem poética para exposição no CEU das Artes
Maria Edes de Jesus Nascimento foto-Victor Natureza

Você conhece o Jhow da Banca, que veio de São Paulo pra fazer sua vida em Rio Preto? E o Prezado, piauiense de Canto do Buriti que veio pra cá tentar a sorte e hoje é dono de bar? E a Maria Edes, baiana casada com rio-pretense que é craque do acarajé e da tapioca?

Natanael Vilalva de Souza

É justamente com objetivo de dar vez a pessoas comuns que Vitão Natureza criou o “Poéticas da Cidade”. O projeto  foi contemplado com o Prêmio Nelson Seixas 2017 na modalidade Fotografia (categoria Artes Visuais). Será lançado neste dia 11 de setembro, com a primeira parada da exposição.

De 11 a 20 de setembro, o “Poéticas da Cidade “Capítulo 1 – Pessoas, retratos da história” fica exposto no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Parque Nova Esperança .  E  de lá, segue para uma programação que só termina em dezembro.

“O projeto vai circular em espaços públicos da cidade para que população participe das atividades culturais. Este é um dos pontos centrais do meu trabalho, alinhado com o que foi exigido no Nelson Seixas: levar cultura para todos, em todos os lugares”, explica o fotógrafo Vitão Natureza.

Segundo ele, o propósito com a iniciativa é valorizar a história da cidade valorizando a história das pessoas que nela vivem.

“Um lugar só é da maneira como o conhecemos graças a quem se dedica a ele, tem a sua vida e os seus sonhos. Ao mesmo tempo, procuro desmistificar a ideia de que apenas as autoridades merecem ser representadas, quando na verdade esta é uma história feita por todos, sem distinção”, afirma.

Por essa razão é que Vitão foi às ruas abordar pessoas comuns. E entre cliques e papos, muitas e surpreendentes histórias vieram à tona. Desde quem veio aqui pelo acaso, atraído pela boa fama de Rio Preto, veio para estudar ou mesmo estava apenas a passeio e acabou fincando raízes.

“Serão 160 fotos expostas e cada local da exposição terá 20 fotos. Vou espalhar fotografia e a história da nossa cidade. Resumidamente, o projeto significa isso: retratos de pessoas que eu abordei na rua e que ainda abordarei mais para contar um pouco das suas histórias, e as histórias delas com a cidade. Dessa forma, vou estar contando a história da cidade através da história dessas pessoas”, diz Vitão.

 

Quem é

Victor Augusto Ferreira da Silva, o Victor Natureza, tem 31 anos. Formado em Ciências Sociais com pós-graduação em Sociologia Politica, teve como primeiro mestre Jorge Etecheber. Do ajuste entre os debates ideológicos na universidade e o encanto pela imagem enquanto arte, brotou a matéria-prima de Vitão.

Premiado no 1º Prêmio de Fotografia Edson Baffi (2º Lugar na Categoria Livre), também atua profissionalmente fazendo a cobertura de diversos eventos como o Janeiro Brasileiro da Comédia, FIT, Sarau Urbano, Planeta Rock, Boomdesigne, Encontro das Tribos, Mostra Cênica, entre outros, além de realizar documentários.

Belit Cristiny

Serviço

“Poéticas da Cidade “Capítulo 1 – Pessoas, retratos da história”, de Vitão Natureza

Onde: Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Parque Nova Esperança – rua Robson Augusto Lopes de Diaveiro (projetada 17) -, na zona norte de Rio Preto

Quando: de 11 a 20 de setembro

 

Programação completa

Céu das Artes/ Zona Norte, 11 a 20 de Setembro;

Núcleo da Vila Azul/Zona Sul, 25 de Setembro a 4 de Outubro;

Parque Ecológico/Zona Sul, 9 a 18 de Outubro;

Núcleo Alvorada/Zona Norte, 23 de Outubro a 1 de Novembro;

Solo Sagrado Pinheirinho/Zona Norte, 6 a 15 de Novembro;

Eldorado Praça professora Izabel Nespolo Ubeda/Zona Norte, 20 a 29 de Novembro;

São Deocleciano Praça Antônio Gorla/Zona Leste, 4 a 13 de Dezembro;

Praça Dom José Marcondes/Centro, dias 16 e 22 de Dezembro

Praça Rui Barbosa/Centro, dia 30 de Dezembro

Artigo anteriorBlaze Beef and Bar inaugura em Rio Preto, um restobar de carnes e drinks nobres
Próximo artigoBacio di Latte inaugura loja no Riopreto Shopping com gelato grátis o dia todo
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.