Com estilo único Almir Sater sobe ao palco da Expo Rio Preto

0
98

Com mais de 30 anos de uma sólida carreira e 10 discos solos gravados Almir Sater moldou para si um estilo único e inimitável no universo sertanejo. Compositor e violeiro – como ele próprio gosta de dizer – agrega uma sonoridade tipicamente caipira da viola de 10 cordas e também com influências das culturas fronteiriças do seu estado, Mato Grosso do Sul, como a música paraguaia e andina.

E o resultado é único: ao mesmo tempo reflete traços populares e eruditos, despertando atenção de públicos diversos.

Estas qualidades reunidas poderão ser apreciadas nesta sexta-feira, dia 4, no show que Almir Sater realiza na 57ª Expo Rio Preto, no Recinto de Exposições. A apresentação acontece logo após o terceiro dia do Festival Nacional da Moda de Viola onde cantores e duplas sertanejas disputam vaga para a grande final, no sábado, dia 5, e prêmios que juntos somam R$ 22 mil.

O show de Almir Sater tem previsão de início às 21 horas.

O cantor gravou seu primeiro disco solo “Estradeiro” em 1981 pela Continental. Participou de diversos shows e festivais de música. Porém em 1990 – ao aceitar convites para representar em novelas, “personagens de violeiro” teve sua grande oportunidade de se tornar conhecido nacionalmente e assim dar continuidade a sua real profissão: cantor e compositor.

Almir tornou-se um dos responsáveis pela preservação da viola de 10 cordas, sendo reinventada, o músico acrescentou um toque mais sofisticado ao instrumento, temperado com estilos estrangeiros como o blues, o rock e o folk, uma mistura de música folclórica, erudita e popular. Mesmo com tantas inovações mantem-se fiel as raízes tendo Tião Carreiro, que formou dupla com Pardinho, eterna referência no estilo de tocar viola.

A 57ª Expo rio Preto vai até domingo dia 6. No entanto, os shows e apresentações do Festival da Moda de Viola encerram no sábado, dia 5. No sábado, será a vez do cantor Sérgio Reis subir ao palco.

 

 

Artigo anteriorFlorense, Mostra de Carros Antigos, Dia da Lembrança Pet e mais
Próximo artigoExpo apresenta Sérgio Reis, Thermas Social, Hackathon da Nasa  e mais
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.