Zoológico terá ações do Dia Nacional de Urubuzar

0
37
DNU - Alerta atropelamentos de animais3
Compartilhe

O fim de semana de feriado prolongado da Proclamação da República, entre amanhã 13/11 e segunda, 15/11, terá uma série de ações informativas, educativas e lúdicas no Zoológico Municipal. O funcionamento do local é das 9h às 17h e a entrada é gratuita. É obrigatório o uso de máscara.

O Zoo, órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Rio Preto, participa neste ano, mais uma vez, de uma campanha nacional de sensibilização sobre o registro de atropelamento de animais. A campanha leva o nome de Dia Nacional de Urubuzar (DNU) e é organizada pelo Sistema Urubu, uma plataforma tecnológica que coleta dados sobre esses atropelamentos.

Programação

O DNU será realizado não só em Rio Preto mas em todo Brasil nestes três dias, de 13 a 15/11, contando com ações de conscientização sobre os acidentes envolvendo animais em estradas e ferrovias, além de destacar a importância de fazer o registro dessas ocorrências. Neste ano, o DNU tem 57 equipes participantes em 16 Estados e 42 cidades, incluindo representantes de universidades, ONGs e zoológicos.

Na programação do DNU no Zoo de Rio Preto haverá sinalização com os banners para ensinar para as pessoas o uso do app; haverá atividades de educação ambiental para crianças como pintura, máscaras de animais, além de distribuição de material educativo. Também será montado um espaço cercado com filhotes de tamanduá órfãos, filhos de mães atropeladas, o que servirá para ajudar na sensibilização e conscientização sobre a problemática.

Números e ações nacionais

O atropelamento é a causa da morte de 475 milhões de animais silvestres a cada ano, segundo estimativa do Centro Brasileiro de Ecologia de Estradas. Isso significa que 17 óbitos são registrados por segundo e 1,3 milhão de animais morrem atropelados diariamente.

Este número alarmante expõe a realidade de um país de território continental, diverso e com uma malha viária com mais de 1,7 milhões de quilômetros. A grande maioria das mortes, mais de 90%, são de animais de pequeno porte, como os sapos, cobras, ratos. No outro extremo estão dois a três milhões de grandes animais, como as antas, capivaras, lobo-guará, onças, cachorros-do-mato, tamanduá e muito mais.

Entre as ações para reduzir a ocorrência de atropelamento de animais, está a criação de passagens de fauna: uma espécie de corredor que permite o deslocamento dos bichos da fauna local, cruzando estradas e ferrovias, sem o risco de acidentes com veículos. As informações são coletadas por voluntários por meio do aplicativo gratuito Urubu Mobile, que registra a localização da ocorrência no momento em que é feito o registro fotográfico pelo usuário.

Ações locais

O Zoológico Municipal é referência na conservação de espécies brasileiras, incluindo o atendimento a animais silvestres vítimas de ações humanas, como queimadas, atropelamentos e tráfico, resgatados pela Polícia Ambiental, Ibama e Corpo de Bombeiros. No local, eles recebem tratamento e, quando possível, são devolvidos à natureza. Grande parte do plantel da instituição é formada por animais recuperados.

Só neste ano, o Zoológico recebeu mais de 1000 animais resgatados. Em todo o ano de 2020, foram 1173 atendimentos deste tipo. A Prefeitura de Rio Preto desenvolve também um programa que visa diminuir e prevenir os atropelamentos e mortes de animais silvestres na área urbana do município, com colocação de faixas e placas de sinalização, mapeamento dos pontos de atropelamento e planeja construir novos dispositivos de proteção como lombo-faixas e passagens de fauna.

O Anel Viário, obra recente em implantação no município já conta esses dispositivos. O Programa Municipal de Proteção à Fauna é uma ação integrada das Secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo; Trânsito, Transporte e Segurança; e Serviços Gerais.

Por conta das normas da pandemia, não será permitida a utilização das mesas para refeições. É obrigatório o uso de máscaras e se faz necessário o distanciamento de um metro entre as pessoas. Há fornecimento de álcool gel para os visitantes.

———————————————————————-

Saiba mais sobre o Sistema Urubu:

Sistema Urubu .- Em 2014 foi lançado um aplicativo para mapear as áreas com maior concentração de atropelamentos, o Sistema Urubu. Nestes sete anos de existência o Sistema, que é uma rede social de conservação da biodiversidade, reuniu mais de 50 mil pessoas e mais de 40 mil registros de animais atropelados

Em abril de 2021 o Urubu foi relançado, cheio de novidades e ainda mais interativo, podendo ser baixado gratuitamente para Android e iOS.

Dia Nacional de Urubuzar .- Para comemorar o lançamento da nova versão do Sistema Urubu e sensibilizar a população para os riscos e impactos do atropelamento de animais nas estradas, entre os dias 13 e 15 de novembro será realizada a quinta edição do Dia Nacional de Urubuzar (DNU). O DNU é uma ação organizada pela EnvironBIT e pelo Centro Brasileiro de Ecologia de Estradas (CBEE – UFLA), mas executada por grupos de todo o Brasil.

Os grupos se organizam para diferentes tipos de atividades, como sensibilização em praças, parques e zoológicos; blitz em rodovias juntamente com a polícia rodoviária; palestras e treinamentos, entre muitos outros.

Neste ano o evento contará com mais de 40 grupos em todas as regiões do Brasil, tendo 16 estados representados, e tem como meta sensibilizar entre 20 e 30 mil pessoas. Para saber se sua cidade terá uma ação do Dia Nacional de Urubuzar, basta acessar a página oficial do evento e baixar a lista de Times.

Espécies Ameaçadas e Estradas .- O encerramento do DNU 2021 será um grande evento online, com a participação de importantes nomes da sustentabilidade e conservação da biodiversidade brasileira. O evento é gratuito e será transmitido via plataforma Sympla, nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro, das 17 às 20h. Todos os participantes recebem certificado de participação.

Ajudar é o Bicho .- Mesmo não participando do DNU 2021 você pode ajudar na redução das mortes de animais nas nossas estradas. Acesse agora a página de aplicativos do seu celular e faça o download do Sistema Urubu. Quando encontrar um animal atropelado, faça uma foto pelo próprio app. Sua colaboração, mesmo que seja uma única foto, será fundamental para reduzirmos este impacto.

    * Site Sistema Urubu – [ http://sistemaurubu.com.br/ | http://sistemaurubu.com.br ]

    * Site DNU – http://sistemaurubu.com.br/dnu/

    * Sistema Urubu | Android – [ https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.brainweb.tetra.ufla.urubu | https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.brainweb.tetra.ufla.urubu ]


Compartilhe
Artigo anteriorFashion Coat chega ao bairro Redentora
Próximo artigoConfraternizações no Foz do Marinheiro
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.