Don León traz os sabores da Espanha para Rio Preto

0
76
Compartilhe

O Don León virou sinônimo de excelência em gastronomia espanhola e mediterrânea em São José do Rio Preto. O primeiro restaurante da rede fica na cidade de Monte Aprazível, a 500 km de São Paulo, onde se consolidou como referência e serviu de escola para as duas unidades de São José do Rio Preto – uma na Redentora e outra dentro do Automóvel Clube, o mais requintado clube social da cidade –, além da unidade de Brasília, que funciona na Asa Sul.

Uma das comandantes é a renomada chef Mari, caçula de cinco irmãos que, aos 11 meses de idade, quase não sobreviveu à travessia do Atlântico de navio. Funileiro de profissão, o pai começou a trabalhar, e a família, muito amorosa, logo se cercou de inúmeros amigos que iam lá se deliciar com bons pratos espanhóis, quando a mãe, Rubina Fernandez, indagou: “já que todo mundo gosta da comida, por que não se começa um negócio?”, lembra Mari.

Um ano depois de terem emigrado, os Perez y Fernandez inauguram o primeiro Don León em 1964. O segundo veio seis anos atrás, a menos de 40 km do primeiro, e está localizado em São José do Rio Preto, “um lugar fantástico administrado pelo meu irmão Angel Perez, que tem sido muito elogiado e recebido muitos prêmios”, conta. A rede tem uma casa aberta em Brasília, merecedora de elogios numa das cidades com maior concorrência gastronômica do Brasil.

Além das paellas, o peixe frito à milanesa e mergulhado em molho branco, que leva alcaparras, batatas e camarões, é também uma referência do cardápio do Don León. A receita do molho branco é o grande trunfo da chef, que não a revela. Servido com arroz branco, dá para até três pessoas se pedirem antes uma entrada, como o carpaccio de bacalhau regado com azeite, salsa, rodelas de tomate e alho frito, acompanhado de pão torrado para fazer um montadito.

Há também mexilhões no molho de tomate, cebola, alho e páprica; pimentões no azeite; camarão no alho; tortilha tradicional; tapas e jamón serrano. Já no principal, camarão, lula, mexilhão, vôngole e pescada branca vêm na Caldeirada Espanhola em molho vermelho com páprica, que serve tranquilamente de dois a três clientes. Os pratos de bacalhau do porto são quatro: ao forno; à moda (molho de açafrão, batatas cozidas, brócolis, ovos, cenoura, ervilhas e azeitonas pretas); à viscaína e bacalhau Silvio em homenagem a um cliente, que sugeriu o peixe grelhado com batata, champignon, ervilha, brócolis, cenoura baby, couve-flor e tomate cereja.

Além da apreciada crema catalana, na sobremesa, completam o menu drinques bem inspirados, como sprits di Alhambra, levemente picante, de espumante, licor 43, pêssego, gengibre, limão siciliano e tomilho. É claro que não pode faltar a tradicional sangria, feita com vinhos tinto ou branco e clericot de espumante rosé. Já na carta de vinhos, assinada pela Del Maipo, o destaque é o rótulo da casa Don León 2018, um Tempranillo produzido pela Bodega Vizar, a preferida do rei da Espanha.

A equipe do restaurante foi escolhida a dedo pela chef Mari, que aproveita o treinamento para passar os valores da família: respeito, honestidade e humildade, como ela mesma se refere no menu. Don León funciona de terça a sábado, para almoço e jantar, e aos domingos, para almoço. Informe-se sobre festas de confraternização e refeições de Natal e Réveillon.

Rua Generosa Bastos, 3135, Redentora – São José do Rio Preto/SP

Reservas: (17) 99247-2744

Mais informações em: www.restaurantedonleon.com.br

Conheça o Doral Guarujá e o Restaurante La vieiras

Compartilhe
Artigo anteriorHot Beach Parque & Resorts inaugura exposição sobre folclore e busca ampliar inserção do tema na atividade turística
Próximo artigoCampos do Jordão- L’Osteria Villa Casato apresenta programação especial para Natal e Ano Novo
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.