Espetáculo Vereda da Salvação tem ensaio aberto neste sábado, no Graneleiro da Swift

0
16
Espetáculo Vereda da Salvação tem ensaio aberto neste sábado, no Graneleiro da Swift

O Núcleo de Formação Cênica apresenta neste sábado (27/10), às 19h, no Graneleiro da Swift,  ensaio aberto do espetáculo “Vereda da Salvação”. A entrada é  gratuita e aberta ao público. Os lugares são limitados e os ingressos devem ser retirados no local a partir das 18h.

A montagem tem direção de Fabiano Amigucci e Fagner Rodrigues.  É fruto da pesquisa dos alunos do Núcleo de Formação Cênica sobre o realismo poético de Jorge Andrade (1922-1984).

O espetáculo é inspirado em um fato real, de abril de 1955, que envolve messianismo, fé e conflito agrário.  A tragédia de uma comunidade de agricultores na região de Malacacheta, interior de Minas Gerais. Eles mergulharam no fanatismo religioso ao seguirem um líder que os levaria ao caminho da libertação. Isto resultou em repressão policial e morte.

Escrita entre 1957 e 1963, a peça é a quarta de autoria de Jorge Andrade. Foi montada originalmente pelo Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), em 1964, com direção de Antunes Filho. Teve grandes nomes no elenco, como Raul Cortez (1931-2006), Cleyde Yáconis (1923-2013) e Ruth de Souza (1930).

Também neste sábado, logo depois do ensaio aberto de “Vereda da Salvação”, às 20h30, no Graneleiro, a Cia. Cênica vai promover o “Território da Partilha”. Trata-se de um bate-papo aberto ao público em que propõe uma troca de experiências e reflexões sobre a realização do PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2018.

 

Sinopse

Vereda da Salvação é uma incursão cênica na obra homônima de Jorge Andrade, um dos mais importantes dramaturgos brasileiros. O texto, escrito entre 1957 e 1963 e inspirado em um fato verídico ocorrido em 1955, no município de Malacacheta, Minas Gerais, trata de uma comunidade de trabalhadores rurais que, em sua busca por condições de vida minimamente dignas, mergulha no misticismo exacerbado de uma nova crença religiosa que a levará ao caminho da libertação.

 

Ficha técnica
Texto: Jorge Andrade
Direção: Fabiano Amigucci e Fagner Rodrigues
Direção Musical: Everton Gennari
Introdução ao universo de Jorge Andrade: Eduardo Catanozi
Figurinos: Adbailson Cuba
Cenário: Léo Bauab
Iluminação: Fagner Rodrigues
Elenco: Angelo Augusto, Christina Martins, Daiane Rosa, Deivison Philip, Esmeraldina Reis, Ester Neves, Giovana de Paula, Jaqueline Bisca, Jessica Paladino, Juliana Carolina, Marina Rico, Nathalia Navarro, Pietra Borges, Sofia Mitsuyuki, Suria Amanda e Vladimir Banhara.
Produção: Núcleo de Formação Cênica
Orientação Cia. Cênica: Beta Cunha, Cássia Heleno, Elaine Matsumori, Fabiano Amigucci, Fagner Rodrigues, Glauco Garcia e Simone Moerdaui
Orientação Programa de Qualificação em Artes: Luísa Pinti, Everton Gennari e Valéria Lauand

 

Serviço

Vereda da Salvação, ensaio aberto do Núcleo de Formação Cênica. Sábado (27/10), às 19h. Grátis. 16 anos. Retirada de ingressos no local a partir das 18h.

Território da Partilha, bate-papo com Cia. Cênica e participantes do projeto Território Cênico 2018. Sábado (27/10), às 20h30. Grátis. Livre.

Local: Graneleiro da Swift (avenida Duque de Caxias, às margens da Represa Municipal)

 

Artigo anteriorSESI Rock & Blues no próximo sábado tem dois shows e food trucks
Próximo artigoOlímpia anuncia Réveillon 2019 com Gian & Giovani, PPA e Batom na Cueca
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.