Famerp será um dos polos de pequisa da vacina contra a Covid-19

0
164
Compartilhe

A Faculdade de Medicina de Rio Preto – Famerp será um dos polos de pesquisa para a vacina contra a Covid-19 no Brasil. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 1º de julho, pelo governador do Estado de São Paulo, João Dória, em entrevista coletiva.

A nova vacina foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech. A empresa afirmou que os testes realizados indicaram que 90% das pessoas produziram anticorpos contra a doença após duas semanas da aplicação e não foram identificados efeitos colaterais.

Em Rio Preto, os testes serão conduzidos pelo Laboratório de Virologia da Famerp, junto ao complexo hospitalar da instituição.

“Vacinação é a maneira mais eficaz para evitar doenças, por isso a importância do desenvolvimento da imunização para a Covid-19. Já estamos estudando, em outra pesquisa, os efeitos dessa doença no organismo humano. Agora vamos poder contribuir no desenvolvimento da vacina”, explica Maurício Lacerda Nogueira, chefe do Laboratório de Virologia da Famerp.

Além de aplicar as doses nos voluntários, os profissionais da Famerp vão acompanhar os pacientes para verificar a eficácia da imunização e se houve algum efeito colateral.

“O investimento e incentivo à pesquisa é um dos pilares da nossa instituição. Essa escolha demonstra não só a qualidade dos nossos laboratórios, que contam os equipamentos mais modernos, como reforça a alta capacidade de nossos profissionais”, disse Dulcimar Donizeti de Souza, Diretor Geral da Famerp.

Os testes da vacina chinesa no Brasil foram viabilizados pelo Instituto Butantã. Essa é a última fase exigida por agências regulatórias antes da aprovação de um medicamento ou terapia.

O governo do Estado de São Paulo investiu 85 milhões de reais para a realização do estudo. E,  a expectativa é de que a vacina esteja disponível no SUS até junho do ano que vem.


Compartilhe
Artigo anteriorBady Bassitt ganha bairro planejado com projeto inovador
Próximo artigoRio Preto tem novos 222 casos positivos para Covid-19
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.