Fraternidade ganha feira livre no próximo domingo

0
32
Compartilhe

Rio Preto ganha uma nova feira livre no próximo domingo, dia 16. O ponto de encontro a ser inaugurado pelos feirantes será no bairro Fraternidade, entre as ruas Maria Patriarca Banhossi e a Dirceu de Carvalho, com atividade das 6h30 às 12h.

Inicialmente, dez barracas levam à região produtos como frutas, legumes, verduras, laticínios, frios, ovos, mel, café moído e em grão, além dos favoritos pastel e caldo de cana.

“As feiras livres são tradicionais espaços de comércio e convivência. Elas movimentam uma economia fundamental para pequenos produtores rurais locais e facilitam o acesso a alimentos frescos e de boa qualidade. Também são atrativas, democráticas, ligadas às nossas origens e tradições”, comenta o secretário de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto, responsável por administrá-las.

As feiras vêm passando por processo de modernização nos últimos anos, desde a padronização visual e espacial de barracas, passando pela implantação de banheiro móveis e a qualificação gerencial por meio de parcerias com o Sebrae-SP. O objetivo é garantir um ambiente ainda mais interessante, confortável e seguro para feirantes e freguesia.

No contexto de pandemia, o comércio ao ar livre também se mostra um aliado no enfrentamento ao coronavírus.

Rio Preto tem, hoje, 23 feiras livres regulamentadas e em funcionamento, que são distribuídas pela cidade ao longo da semana – apenas às segundas-feiras elas não são realizadas. Estima-se que o setor movimente cerca de R$ 25 milhões ao ano, com geração de 2 mil empregos diretos e indiretos.

Desde 2017, a Prefeitura de Rio Preto também regulamentou feiras livres realizadas em condomínios e loteamentos fechados administrados por associações de moradores. Atualmente, existem dez feiras deste tipo, sendo nos Damha I a VI, Gaivota I e II, Ideal Life Ecolazer, Recanto do Lago. Em breve deverão ser inauguradas novas feiras nos condomínios Garden Village I e Village La Montagne.

Confira, a seguir, os locais, dias e horários das feiras em São José do Rio Preto.

Feiras Livres

Terça-feira

Bairro Ercília: rua José de Alencar, entre as ruas Monsenhor Gonçalves e Teixeira de Freitas – 6h30 às 11h Bairro Ouro Verde: rua Caetano Elzo Rogério, entre as ruas Felipe Abraão Maluf e Chible Abraão Maluf – 6h30 às 11h Bairro João Paulo II: avenida Almeirinda Amaral, entre a rua César Pupím e avenida Danilo Galeazzi – 6h30 às 11h

Quarta-Feira

Bairro Anchieta: avenida 25 de Janeiro, entre as ruas dos Catequistas e Tupinambás – 6h30 às 11h Bairro Eldorado: rua Nhandeara, entre as ruas João Perossi e Aparecida do Taboado – 6h30 às 11h Bairro São Manoel: rua Paulo Santos, entre as ruas José Urias Fortes e Joaquim Manoel Pires – 6h30 às 11h

Quinta-feira

Bairro Vila Aurora: rua Santa Maria, entre a avenida Adolfo Lutz e rua Saldanha Marinho – 6h30 às 11h Bairro CECAP: rua Arnaldo Affini, entre a rua Antonio Pereira da Silva e avenida João Jorge Júnior – 6h30 às 11h Bairro Jardim Canaã: rua General Osório, entre as ruas Catanduva e Moyses Miguel Haddad – 6h30 às 11h

Sexta-feira

Bairro Jardim Paulista: rua Bandeirantes, entre a avenida México e rua Visconde Porto Seguro – 6h30 às 11h Bairro Jardim Soraya: rua Elizabete, entre as ruas Clodulfo Selman Benevides e Soraia – 6h30 às 11h

Sábado

Bairro Esplanada: rua Dom Pedro I, entre a rua Vítor Brito Bastos e avenida Brasil – 6h30 às 11h30 Bairro Cidade Nova: rua Otávio Pinto César, entre as ruas Gago Coutinho e Duarte Pacheco – 6h30 às 11h30 Bairro São Deocleciano: rua Olinda Lória Khauan, entre as ruas Sado Madlum e Maria Longhi – 6h30 às 11h Bairro Imperial: rua Benjamin Constant, entre as ruas Independência e Cila – 6h30 às 12h

Domingo

Bairro Boa Vista: rua Lafaiete Spínola Castro, entre as ruas Siqueira Campos e Marechal Deodoro – 6h30 às 12h Bairro Ipiranga: avenida Castro Alves, entre as ruas Cristovão Colombo e Rio Grande do Sul – 6h30 às 12h Bairro Solo Sagrado: rua Joaquim L. Silva, entre as ruas Mário Valadão Furquim e Maria Rosa – 6h30 às 12h Bairro Guiomar Assad Calil: avenida Romano Calil, entre as ruas Sílvio Verona e Francisco da Silva Rosa – 6h30 às 12h Bairro Fraternidade: rua Dorindo Masson, entre a Rua Maria Patriarca Banhossi e Rua Dirceu de Carvalho – 6h30 às 12h

Feiras em Condomínios

Atualmente, Rio Preto conta com outras 10 feiras livres realizadas em condomínios residenciais. Confira os locais e horários:

Segunda-feira

Damha IV – 16h às 21h

Damha VI – 16h às 20h

Damha I – 17h às 21h

Terça-feira

Gaivota I – 16h às 21h

Damha V – 17h às 21h

Ideal Life Ecolazer – 17h às 20h

Quarta-feira

Recanto do Lago – 16h às 20h

Damha II – 17h às 21h

Quinta-feira

Damha III – 17h às 21h

Gaivota II – 18h às 21h

Futuras feiras em condomínios:

Village La Montagne: segunda-feira –16h às 20h Garden Village I: quartas-feiras – 17h às 20h


Compartilhe
Artigo anteriorSecretaria do Trabalho e Sebrae-SP oferecem 91 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos
Próximo artigoPardinho, cenário para férias aos amantes da cultura caipira
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.