Obras dos miniterminais avançam em Rio Preto

0
63

Descentralizar o fluxo de passageiros, diminuir a ocupação do Terminal Urbano e reduzir o tempo de viagem. Esses serão os benefícios proporcionados aos usuários do Transporte Urbano de Rio Preto após a conclusão dos seis miniterminais que compõem o Plano de Mobilidade Urbana.

Com a construção dessas estações, será possível criar linhas perimetrais e novos pontos de transbordo mais próximos aos destinos mais comuns, diminuindo o tempo de viagem.

Atualmente, 93,75% das 80 linhas operadas  utilizam como ponto de partida e de chegada o Terminal Urbano. São apenas 5 linhas perimetrais.

Em média, 75 mil pessoas passavam pelo local diariamente antes da pandemia, sendo que 10 mil (13,3%) utilizavam as catracas. Isso significa que 86,7% dos passageiros utilizam as plataformas apenas para transbordo entre linhas.

O sistema de transporte público urbano de Rio Preto atende, em dias úteis, 93 mil passageiros, distribuídos em 80 linhas fixas.

 

Obras

Dos seis miniterminais previstos no Plano, três estão em fase de conclusão, um está em obras de construção das fundações e dois serão iniciados já no próximo mês (veja detalhamento abaixo).

O investimento total previsto é de R$ 12 milhões e a previsão é de que todos sejam concluídos até o fim deste ano. Os miniterminais serão interligados ao anel viário, o que irá proporcionar uma ligação entre as estações de modo radial, ou seja, sem a necessidade de passar pelo Terminal Urbano, agilizando o percurso dos passageiros.

 

Miniterminais

 

  • Avenida Alfredo Antônio de Oliveira (Em frente ao shopping norte)

Investimento: R$ 2 milhões

Previsão de conclusão: outubro de 2020

Situação atual: terraplanagem

 

  • Avenida Potirendaba (próximo ao hipermercado atacadista):

Investimento: R$ 2,5 milhões

Previsão de conclusão: outubro de 2020

Situação: não iniciada

 

  • Avenida Fortunato E. Vetorrazo (Próximo ao cruzamento com a Avenida Alberto Olivieri):

Investimento: R$ 1,5 milhão

Previsão de conclusão: julho de 2020

Situação: em acabamento

 

  • Avenida Anísio Haddad (em frente ao shopping):

Investimento: R$ 782 mil (ambos os lados)

Previsão de conclusão: julho 2020

Situação: em acabamento

 

  • Avenida Faria Lima (em frente ao HB e ao teatro Municipal):

Investimento:  R$834 mil (ambos os lados)

Previsão de conclusão: julho de 2020

Situação: em acabamento

 

  • Rua Manoel Moreno (Em frente à UPA Norte):

Investimento orçado: R$ 4,4 milhões

Previsão de conclusão: dezembro de 2020

Situação: em fase de licitação

 

Investimento total previsto: R$ 12 milhões

Artigo anteriorRegião de Rio Preto receberá R$ 500 milhões em investimentos na obra do contorno ferroviário
Próximo artigo2º Congresso Caipira de Educação Médica da FACERES reúne especialistas internacionais e nacionais
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.