Projeto humaniza atendimentos na Santa Casa de Rio Preto durante a pandemia

0
85

Pacientes internados nos hospitais durante a pandemia da covid-19 enfrentam mais um problema: o distanciamento de familiares e amigos . Isso porque as visitas foram suspensas como forma de prevenir o contágio da doença.

Mas, para amenizar o isolamento durante a internação, a ONG ImageMágica, que utiliza a fotografia como ferramenta de humanização dentro de hospitais, teve a iniciativa de aproximar essas pessoas por meio de visitas virtuais na Santa Casa de Rio Preto .

Além de conduzir as videochamadas, o projeto Conexões do Cuidar, também auxilia na missão de humanizar o atendimento dos profissionais de saúde a partir de crachás de identificação: com uma foto que traz um sorriso e uma mensagem motivacional, o crachá proporciona conexão com o paciente e facilita a identificação entre os próprios profissionais paramentados com EPI’s.

O projeto, que já atuou em mais de 20 hospitais no Estado de São Paulo desde abril, chegou em  Rio Preto  dia 28 de setembro e se estende até o final de outubro na Santa Casa de Misericórdia.

“Estamos muito felizes em receber este projeto em nosso hospital. Humanizar e acolher fazem parte dos pilares da Santa Casa Rio Preto”, comenta Dr. Nadim Cury, provedor da Santa Casa Rio Preto.

Com celulares esterilizados e utilizados exclusivamente para as videochamadas e para produção das fotos dos crachás, a equipe de educadores da ImageMagica é acompanhada pela equipe de enfermeiros e de psicólogos do hospital para agendar e realizar as ligações com pacientes que aceitam realizar a conexão.

“Após visitarmos alguns hospitais, vimos de perto o quão desolador é o isolamento dos pacientes, ao mesmo tempo em que é angustiante para as famílias que aguardam o boletim médico”, explica André François, fotógrafo e fundador da ONG, sobre como surgiu essa iniciativa.

Até o momento, o Conexões do Cuidar já beneficiou mais de 15 mil pessoas entre pacientes, familiares e profissionais de saúde.

 

Sobre a ImageMagica

Fundada pelo fotógrafo André François, a ImageMagica tem como missão promover o desenvolvimento de pessoas utilizando a fotografia como ferramenta de transformação e empoderamento.

ONG desenvolve ações nas áreas de educação, saúde e cultura e atua em diferentes causas.

A ImageMagica estimula as pessoas a perceberem mais atentamente seu entorno e, com essa reflexão, mudar a si próprias e o ambiente onde vivem.

Desde 1995, já foram mais de 380 mil olhares transformados com projetos realizados em 19 países. Saiba mais em: www.imm.ong.

 

 

Artigo anteriorTurismo de Olímpia retoma sua normalidade aos poucos
Próximo artigoAbertas as inscrições para a Tereos Summer Experience
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.