Proposta de Edinho ao governo do Estado altera horário de abertura do comércio

0
486

Ampliar de quatro para cinco horas o funcionamento diário do comércio de rua e dos shoppings, entre as terças-feiras e os sábados.  Fechar (mini-lockdown) aos domingos e segundas-feiras, quando funcionariam apenas as atividades essenciais, enquanto  Rio Preto estiver na fase laranja.

Esta foi a proposta apresentada na manhã desta quarta-feira (17/06) pelo prefeito Edinho Araújo, em reunião por videoconferência do Conselho Municipalista composto pelos prefeitos das principais cidades paulistas.

Os prefeitos participantes aprovaram por unanimidade o plano, que será apresentado agora ao Comitê estadual de combate ao coronavírus e ao governador João Dória.

O plano foi submetido previamente ao Comitê local de combate ao coronavírus e discutido pelo Comitê econômico e lideranças empresariais do comércio.

Edinho Araújo argumentou que o horário reduzido de quatro horas por dia provoca mais aglomerações.

“Com uma hora a mais de funcionamento diário, diminuímos o fluxo de pessoas ao mesmo tempo no comércio de rua e shopping.  e ainda ganhamos dois dias com baixa movimentação de pessoas ”, destacou o prefeito.

No horário acumulado da semana não haverá alteração significativa. Hoje, o comércio de rua em Rio Preto funciona 24 horas e passaria para 25 horas semanais. Os shoppings funcionam 28 horas e passariam para 25 horas semanais.

O Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, comprometeu-se a encaminhar a proposta imediatamente para análise do governo estadual.

A proposta é que as medidas, se autorizadas, passem a vigorar a partir da próxima sexta-feira (19). O prefeito Edinho enviou uma cópia da proposta para conhecimento do vice-governador Rodrigo Garcia

 

Artigo anteriorRio Preto ganha novo serviço de testagem para exames de Covid-19
Próximo artigoCovid – 19 mata mais três, um deles de apenas 21 anos
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.