Com 185 casos em investigações Saúde diz que o distanciamento social precoce deve reduzir casos em Rio Preto

0
198
saúde

Rio Preto registrou 20 casos confirmados de coronavírus (Covid-19). O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 1 de abril, pelo secretário de Saúde, Aldenis Borin, durante transmissão ao vivo pelo Facebook, em nova atualização dos casos no município.

Foram quatro novos casos positivos. No momento Rio Preto registra 384 notificações, com 169 casos descartados, 185 em investigações e os 20 já confirmados. Foram 18 novos casos notificados em apenas 10 horas.

“Existe a latência, um tempo de incubação do vírus. Se tivermos nos próximos dias menos casos do que o esperado, não quer dizer que não teremos uma explosão.  “, explica o secretário de Saúde, Aldenis Borin.

 

Segundo o secretário, em um período de até 30 dias, o vírus ainda vai se manifestar na cidade.

“Não relaxe, não ache que as coisas já passaram. É hora de apertar o cinto. O isolamento domiciliar é fundamental”, diz Aldenis.

 

Dos 20 casos contaminados pelo coronavírus, 9 estão internados, destes 5 em UTI’S. Dos 20 contaminados, 14 são menores de 60 anos.

“Os jovens têm imunidade boa, não precisam ser internados, mas isolados. Já a faixa acima dos 60 mesmo com menos casos são mais graves. Isso mostra que o jovem também pega, ele está transmitindo para os idosos e para a população. Ele sofre menos, mas transmite mais”, diz Aldenis.

 

Durante a transmissão ao vivo pela rede social, Aldenis Borin ainda destacou a limitação do número de leitos no município. Ao todo são 1.475 leitos de internação, mas apenas 291 de UTI, onde são tratados casos mais graves do coronavírus.

“Os leitos não são exclusivos para o coronavírus, eles atendem uma população de 460 mil habitantes com doenças diversas. Todos os hospitais de Rio Preto estão sendo preparados. Fazendo o máximo possível para atendimento ao coronavírus “, diz o secretário.

                O Secretário Municipal de Saúde, Aldenis Borim, apresentou um Estudo realizado pela Imperial College sobre o impacto do distanciamento social no Brasil em relação ao número de pessoas infectadas por coronavírus (Covid-19).

Baseando-se nesse estudo, a Secretaria de Saúde projetou um cenário para Rio Preto.

                Considerando que o município tem população de 460.664, seriam infectadas pelo coronavírus 414.598 pessoas, ou seja, 90%, caso não houvesse medidas de contenção. Já se somente os suspeitos fossem isolados, 267.185 pessoas seriam infectadas, ou seja, 57,9% da população.

Em outro cenário, caso os suspeitos e todos os idosos fossem isolados, o número de infectados cairia para 264.882, ou seja, 57,5%. Com o distanciamento social tardio, o número de pessoas com Covid-19 chegaria a 108.717, ou seja, 23,6% da população poderia ser infectada.

Já no cenário atual, no qual foi feito o distanciamento social precoce, a projeção é de que 25.106 residentes de Rio Preto sejam infectados pelo coronavírus, ou seja, 5,44% da população.

                O Secretário ressaltou que o número de mortes também poderia aumentar substancialmente em um cenário sem medidas de contenção, no qual as mortes poderiam chegar a 2.488.  Em um cenário de distanciamento social precoce, as mortes podem chegar a 95. Somente com o isolamento de casos suspeitos, as mortes podem chegar a 1.256 e 1.033 em caso de isolamento dos suspeitos e todos os idosos do município. Em outro cenário, com distanciamento social tardio, as mortes poderiam chegar a 446.

               

 

 

 

Artigo anteriorIRCAD e startups desenvolvem máscaras faciais desinfectáveis de baixo custo 
Próximo artigoMais de 14 mil kits de merenda serão entregues nesta quinta-feira
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.