Rio Preto é a 4ª melhor cidade do Brasil em saneamento básico

0
33

No novo Ranking do Saneamento Básico, divulgado pelo Instituto Trata Brasil,  dia 10 de março,  Rio Preto aparece em 4º lugar. A colocação é  entre os municípios com a melhor qualidade de serviço de saneamento oferecido à população e a menor tarifa do Estado.

O novo Ranking do Saneamento Básico contempla as 100 maiores cidades, onde habitam 40% da população. E,  foi feito com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento Regional, pelo SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, ano base 2018.

Os resultados indicam que Rio Preto melhorou três posições em relação ao ano anterior, deixando o 7º lugar para ficar entre as cinco melhores cidades do País.

O  prefeito Edinho Araújo destacou o fato de Rio Preto ficar em primeiro lugar entre as autarquias municipais.

“Esse é um grande feito para uma autarquia criada em 2001. Ficamos à frente de mais de 5.500 municípios. Somos o quarto melhor serviço de saneamento do Brasil, atrás apenas de três cidades administradas por companhias estatais. Entre as municipais, ficamos em primeiro lugar”, declarou.

Entre os fatores que contribuíram para a colocação de Rio Preto estão os investimentos. As obras de ampliação da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, com a construção de mais um módulo de tratamento de esgoto, aumentando sua capacidade para 600 mil.

Também,  a reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Água – ETA “Palácio das Águas”, o novo poço no Aquífero Guarani, ao lado do Residencial Palestra, e os novos interceptores de esgoto nas margens dos córregos do município e do rio Preto somam R$ 110 milhões em investimentos.

Outro ponto positivo foi o combate às perdas. Em São José do Rio Preto, em 2019, as perdas da água produzida pelo Semae são da ordem de 27%. Desse total, de 10% a 12% são perdas comerciais, ou seja, problemas nos hidrômetros e fraudes. Outros 16% são perdas físicas.

O Semae tem um Programa de Redução de Perdas para diminuir de 27% para 20% a perda física e comercial, nos próximos anos.

Segundo o superintendente do Semae, Nicanor Batista Jr., os investimentos continuarão dentro de um planejamento responsável e com tarifas adequadas.

“A nossa meta é atingir a universalização na distribuição da água tratada e do esgoto tratado, levando saneamento para os bairros em fase de regularização.”

Ainda segundo ele, o Semae vai continuar investindo na manutenção da rede, apertando o combatendo às perdas e aprimorando o atendimento ao usuário.

Aliada a essas ações está a queda da inadimplência. No primeiro ano da atual gestão, em 2017, a média da inadimplência nos pagamentos na data do vencimento foi 53,14%. Em 2018, caiu para 53%. Em 2019, a média do último trimestre foi de 42,33%.

Também aconteceu uma queda acentuada nos pagamentos em até 30 dias. Em 2017, a média foi de 22,77%. Em 2018, a média foi de 20,99%. Nos último trimestre de 2019, foi de 15,52%.

 

Artigo anteriorRio Preto sedia a Feira Nacional da Orquídea
Próximo artigoBarulho D’água retrata drama de refugiados e tem no elenco, Alexandre Rodrigues, do filme Cidade de Deus
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.