Rio Preto registra 378 casos positivos para covid-19 e 7 óbitos nas últimas 24 horas

0
73
Saúde

O Secretário de Saúde Aldenis Borim confirmou 378 casos positivos para covid-19 nas últimas 24 horas e o registro de 7 óbitos no mesmo período. Com isso a cidade tem nesta sexta-feira, dia 21, total de 14.930 contaminados e 366 mortes provocadas pela doença desde março, início da pandemia.

Do universo de positivos 78% está curado, 12.018 pessoas, outros 1.624 são de profissionais que atuam na área da saúde e 1.624 também apresentaram a síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

 

Destaque para a manutenção de queda da curva que registra, tanto os casos positivos para covid-19, quanto o número de internações por síndrome respiratória mais grave. Dos casos positivos, por data de notificação, em 15 dias caiu de uma média de 251 para 156 atualmente.

Em relação as internações a mesma quedam verificada. Em 15 dias, de uma média de 30 internações no pico da curva, temos agora 13.

“São dados. Estamos em descendência. Os números são enviados ao Ministério da Saúde”, disse o secretário de Saúde Aldenis Borim.

Das 366 mortes pelo coronavírus 347 (95%) dos pacientes tinham comorbidades (fatores de risco). Os 19 pacientes restantes não apresentavam nenhum fator de risco.

No entanto, dos 19 pacientes que vieram a óbito 74% tinham de 29 a 59 anos e o restante, 26%, acima dos 60 anos, ou seja, único fator de risco a idade avançada.

No momento são 387 pessoas internadas em Rio Preto, sendo que 232 tem covid-19 (110 em UTI e 122 em enfermaria).

O secretário de Saúde Aldenis Borim lembrou que Rio Preto não avançou para a fase 3, cor amarela, na reclassificação do Plano São Paulo anunciado nesta sexta-feira, devido a cidades da região.

“Rio Preto diminuiu a ocupação de leitos Covid em 8%. Este é o indicador que tem impedido a gente de avançar. Mas não depende apenas de Rio Preto. A soma de todos os 106 municípios que compõem a DRS-15 é que determina nossa classificação”.

 

Artigo anteriorRio Preto recebeu 27.819 testes sorológicos para projeto de testagem
Próximo artigoOlímpia regulamenta decreto com medidas restritivas
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.