Rio Preto registrou 44 novos casos positivos para coronavírus nas últimas 24 horas.

0
156

 São 407 pessoas infectadas, 11 mortes, 79 recuperados, sendo que 98 pessoas contaminadas atuam na área da saúde e outras 71 tiveram síndrome respiratória aguda grave.

Agora o coeficiente de incidência da doença na cidade é de 88 casos para cada 100 mil habitantes. O índice de letalidade é de 2,75%, menor que o registrado no Brasil (6,9%) e no Estado de São Paulo (8,06%).

São 489 notificações para a síndrome respiratória aguda grave, com 82 internações (59 em enfermarias e 22 em UTI).

Respeito ao isolamento

O Prefeito de Rio Preto Edinho Araújo participou da atualização dos casos de coronavírus nesta sexta-feira. Ele abriu a transmissão na página da Prefeitura no Facebook mostrando preocupação com a queda no índice de isolamento social da cidade. A taxa não tem ultrapassado os 38%, como verificado no último levantamento.

O prefeito lembrou que há 54 dias, quando iniciou a quarentena na cidade, a adesão era muito mais alta. Edinho disse que o isolamento é fundamental para se evitar um colapso no sistema de saúde.

“A orientação do governo do Estado que para flexibilizar termos um índice de 55%, portanto, temos que aumentar 16% de isolamento. Uma participação maior da comunidade, ter uma ocupação de no máximo de 60% de leitos de enfermaria e UTI e uma rede adequada, com equipamentos. Com relação a rede, recursos humanos, Rio Preto está preparada”, disse Edinho.

O prefeito cobrou a participação de todos os rio-pretenses neste momento.

“Gostaria de enfatizar a todos, que façam sua parte, fique em casa. Só os serviços essenciais. Esse vírus vai começar a ter cara quando nós tivermos um parente, um amigo aí vamos procurar sentir de perto o que significa esse vírus que transformou totalmente nossas vidas. Rio Preto é uma cidade que tem uma capacidade, estrutura médica que é invejável em todos país. Uma coisa a ciência está pacificada, o isolamento social e é isso que eu gostaria de pedir e enfatizar”, disse.

 

 

Artigo anteriorUnimed Rio Preto promove campanha em prol de instituições que assistem pessoas em situação de rua
Próximo artigoSecretaria de Saúde apresenta Plano Municipal de combate ao coronavírus
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.