Sérgio Reis se apresenta durante Encontro da Feliz Idade, em Olímpia

0
158

             O 30º Encontro da Feliz Idade, de 05 a 09 de maio ,acontece na cidade de Olímpia/SP. Trata-se de um encontro de terceira idade que reúne pessoas de todo o Brasil para juntas fazerem reflexões e atividades diurnas e noturnas durante cinco dias. O encontro pela segunda vez tem o cenário do Thermas dos Laranjais , um dos maiores parques aquáticos da América  Latina, e deve reunir mais de 3000 pessoas.

O Tuti Resort – Thermas de Olímpia Resort é quem hospeda a maior parte desta gente feliz que vem em busca de diversão e amigos. Dentre as atividades a apresentação de Sérgio Reis acontece no dia 7 de maio.

Saiba mais sobre Sérgio Reis

Sérgio Reis, batizado Sérgio Bavini, nasceu em São Paulo em 23 de junho de 1940, no bairro de Santana. O cantor e compositor sertanejo começou sua carreira com sucessos da Jovem Guarda, como a autoral “Coração de Papel”.

 

Em 1972, Reis gravou seu primeiro disco de música sertaneja com a canção “Menino da Gaita”. Seguiram-se os sucessos “Menino da Porteira”, “Adeus Mariana”, “Disco Voador”, “Panela Velha”, “Filho Adotivo”, “Pinga ni Mim” e várias outras canções. O disco “O Melhor de Sérgio Reis”, lançado em 1981, vendeu mais de um milhão de cópias.

 

Como ator, trabalhou em algumas novelas, como “Pantanal” e “A História de Ana Raio e Zé Trovão”, na extinta TV Manchete, e “Paraíso” e “O Rei do Gado”, na Globo. Em “O Rei do Gado”, o personagem de Sérgio formava a dupla sertaneja Pirilampo & Saracura com o personagem de Almir Sater, tendo gravado, inclusive, músicas para a trilha sonora.

 

No ano de 2003, Sérgio Reis gravou seu primeiro DVD, “Sérgio Reis e Filhos – Violas e Violeiros”, e, como o próprio título diz, ele teve seus filhos como músicos na apresentação. Em março de 2009, Reis também foi homenageado com a refilmagem do longa “O Menino da Porteira”, protagonizada agora pelo cantor sertanejo Daniel no papel do boiadeiro Diogo. Em agosto do mesmo ano, a gravadora Som Livre lançou uma coletânea de Sérgio Reis comemorando seus 50 anos de carreira, “Cantando o Brasil”, com quatro volumes trazendo os melhores e mais marcantes sucessos da carreira do músico.

 

Recentemente, Serjão recebeu sua sexta indicação para o Grammy Latino, a maior premiação de música da América Latina. E não deu outra: em novembro, o cantor levou mais uma estatueta para casa na categoria “Melhor Álbum de Música Sertaneja”, com o disco “Coração Estradeiro” (o primeiro prêmio veio em 2000). E vale lembrar: Sérgio Reis é o artista brasileiro que mais vezes foi indicado ao prêmio. “Estou surpreso e emocionado por mais uma estatueta de um prêmio de tamanha importância, como é o Grammy.

 

Também há pouco tempo, Sérgio Reis gravou o CD e DVD “Amizade Sincera”, em parceria com o amigo Renato Teixeira, que foi lançado pela Som Livre em agosto de 2010. O projeto contou com a participação de seu filho Paulo e dos filhos de Renato, João e Chico, formando uma família só de músicos. Em pouco tempo, o DVD atingiu marca superior a 25 mil cópias vendidas e ganhou disco de ouro, permanecendo entre os dez produtos mais vendidos nas maiores lojas do país por semanas consecutivas.

 

Artigo anterior“Por que os homens não fazem amor e as mulheres, infelizmente, não fazem sexo”
Próximo artigoAudi expande R8 LMS Cup na Ásia
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.