3ª edição do Tetinhas acontece no Pet Park

0
26
Compartilhe

Doença muito comum nos pets, no Brasil, os tumores de mama são os que mais acometem as fêmeas de cães, e é o 3º mais comum em gatas, porém, nos felinos 80% dos nódulos de mamas são malignos, alerta feito pela ACLIVET – Associação de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de São José do Rio Preto e Região.

Em alusão ao “Outubro Rosa”, mês em que a campanha de prevenção e combate ao câncer de mama procura conscientizar as mulheres da importância de adotar medidas preventivas, a entidade chama atenção para que o cuidado também se estenda aos animais de estimação. 

A ACLIVET – Associação de Médicos Veterinários de Pequenos Animais de São José do Rio Preto e Região com o apoio da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto, por meio da Diretoria do Bem-Estar Animal (DIBEA), e de várias empresas realiza a 3ª edição do Tetinhas, no próximo dia 24 de outubro.

A associação acompanha o calendário do evento Outubro Rosa, e mobiliza todos os tutores de animais fêmeas, de cachorros e gatos, para através do exame de toque, prevenir o câncer de mama.

“Essa é uma ação de mobilização, responsabilidade e prevenção e serve também como um “tira-dúvidas” com opinião médica rápida e eficiente sobre aquela “bolinha, carocinho ou verruga” no animal de estimação”, explica Claudio Cunha Raio, presidente da associação.

A ação irá oferecer exame gratuito através do toque e preventivos ao câncer de mama em cadelas e gatas, além de orientações, material informativo sobre a prevenção e doença.

Denise Bonilha Buzo, veterinária, explica que o câncer de mama é muito comum em pets, porém, uma parcela muito pequena é diagnosticada precocemente. “Os tumores de mama têm uma tendência a aparecer em cadelas adultas, entre 4 e 12 anos. Já as gatas podem desenvolver a partir de um ano de vida”, diz a veterinária.

“O principal sintoma do câncer de mama em pets está no crescimento de um nódulo na região mamária, porém, é importante ressaltar que o câncer de mama é uma doença silenciosa e pode avançar rapidamente”, explica Denise.

A castração também ajuda a reduzir em até 90% das chances do animal ter câncer de mama.

O atendimento para as gatas ocorrerá exclusivamente do lado de fora da praça, por conta do risco da realização do exame em locais abertos com a presença de cães.

“Tetinhas” é aberto ao público e sem fins lucrativos e tem o objetivo de conscientizar e orientar tutores de pets sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce dos tumores de mama em cadelas e gatas.       

O evento será realizando no dia 24, (domingo) das 9h às 13h, na praça Pet Park Matheus Pinoti Massucatto, localizada na avenida Philadelpho Manoel Gouveia Neto, 2250, São José do Rio Preto.

A veterinária dá a dica de apalpar as tetinhas do pet na hora de fazer carinho ou dar banho. Caso identificar diferença de tamanho entre as mamas, nódulos, aumento de volume ou algum tipo de secreção, deve levar o pet ao médico veterinário para a confirmação do diagnóstico.

O tratamento do câncer em animais de estimação deve ser acompanhado de um veterinário, que fará o diagnóstico com exames clínicos na mama, além de exames como citologia aspirativa do nódulo.

Em caso de tumor maligno o pet precisa passar por alguns exames, como tomografia, radiografia, ultrassom e de sangue, para melhor escolha de tratamento.

*SERVIÇO:*

3ª TETINHAS

DIA 24 DE OUTUBRO DAS 9H ÀS 13H

LOCAL: AVENIDA PHILADELPHO MANOEL GOUVEIA NETO, 2250.


Compartilhe
Artigo anteriorSUGOI apresenta o Mirai Jardim Nunes em Rio Preto
Próximo artigoGrupo Impper anuncia R$250 milhões em investimento no mercado imobiliário
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.