Região ganha Hotel Fazenda de 70 hectares, é o Viva Hotel Fazenda

0
1387
Viva Hotel Fazenda
Viva Hotel Fazenda

Moradores de Mirassol e região poderão utilizar em breve o espaço do complexo Viva Hotel Fazenda. O local contará com hospedagem, pesqueiro, restaurante, bar, espaço para eventos e lazer em geral para a família.

Viva Hotel Fazenda

“Este sonho que  se realiza é um sonho antigo da família, eles já tinham o sítio e o pesqueiro. mas,  a vontade deles sempre foi  algo  grande para o turismo”, relata Cida Lacerda, responsável pelo departamento comercial.

Por conta da pandemia que atingiu o Brasil, o projeto foi dividido em partes. A primeira, que começa em dezembro, é o pesqueiro, bar e restaurante. Contará com almoço à la carte e o café da manhã colonial, com alguns produtos cultivados diretamente no complexo.

“A ideia é que a maior parte dos produtos oferecidos sejam cultivados no local, pois assim a experiência do nosso cliente será única”, completa Cida.

A segunda etapa, será a parte de lazer. Além do pesqueiro e restaurante, as pessoas poderão andar pelo complexo e aproveitar o lugar para tirar fotos e tomar alguma bebida nos bares que serão construídos em pontos estratégicos.

“O projeto do complexo é muito grande. O maior setor, terceiro e último  será a parte de hospedagem, que ficará para 2021. Além disso a estrutura que estamos montando permitirá a realização para eventos como casamentos e reuniões corporativas”, conclui Cida.


A partir da terceira etapa, os clientes que optarem por não se hospedar no local, poderão escolher a opção de day-use, onde terão acesso ao pesqueiro, bar, restaurante e estrutura de lazer.

Nesta primeira fase, o negócio deve gerar pelo menos 30 empregos diretos. Até a última etapa, a estimativa é de chegar até 70 colaboradores diretos e indiretos.
Artigo anteriorNenhum óbito por Covid-19 é registrado em Rio Preto nas últimas 24h
Próximo artigoA média móvel de casos confirmados para covid-19 em Rio Preto é de 55 casos
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.