Coronavírus em Rio Preto supera a marca de 500 casos e foi confirmado o 18° óbito pela doença

0
173
coronavírus

Rio Preto superou a marca dos 500 casos positivos para coronavírus (Covid-19). São 505 pessoas contaminadas pela doença, segundo atualização feita nesta quinta-feira, dia 21, pela gerente da vigilância epidemiológica, Andréia Negri.

 6.241 pacientes foram  atendidos desde o início da pandemia, em março. São  3.709 testes realizados e 3.204 resultados negativos. São 188 pessoas recuperadas da doença.

O 18° óbito pela doença foi confirmado, Trata-se de uma mulher, de 82 anos, com comorbidades, residente de Rio Preto.

O início dos sintomas foi no dia 10 deste mês, sendo internada e o óbito ocorreu na quarta-feira, dia 20. Com isso o percentual de letalidade para os casos positivos é de 3,6%. São 110 casos confirmados para cada 100 mil habitantes da cidade.

Doenças cardiovasculares com 55% e diabetes com 27% lideram o ranking dos fatores de risco que contribuíram para a morte de 18 pessoas com Covid em Rio Preto. Lembrando que existem óbitos com mais de um fator de risco, como obesidade, idade, pneumopatias e problemas neurológicos.

Durante a atualização foram apresentados números referentes as notificações de profissionais da saúde contaminados pelo coronavírus. São 115 no total (23% dos casos). Técnico ou auxiliar de enfermagem lideram com 28% dos casos positivos, seguido por médico com 20%, agente de saúde, visitador ou enfermeiro com 10%, dentre outros.

Já são 563 notificações para síndrome respiratória aguda grave (SRAG), sendo que 85 estão internados (63 em enfermaria e 22 em UTI).

A novidade na atualização desta quinta-feira foi a apresentação do monitoramento das pessoas que procuram o 0800 da Saúde para se informar sobre a doença. A média de casos monitorados por dia é de 152, sendo que os casos resolvidos no mesmo dia chegam a 29 e outros 28 novos casos surgem .

Até o momento, foram 6.201 ligações com um percentual de resolutividade de 80%.

“É um trabalho muito sério.   é a principal medida para evitar a transmissão de pessoas sintomáticas que estão com a doença ”, explica a gerente da vigilância Andréia Negri.

 Andréia voltou a pedir a compreensão de todos para manter o isolamento social .

 

Artigo anteriorRede de hipermercados vai gerar 420 empregos e investir R$ 45 milhões em Rio Preto
Próximo artigoRio Preto registra 13 novos casos e agora tem 518 pessoas com coronavírus
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.