Trânsito exclusivo para o transporte urbano em horários de pico passa a valer nesta segunda-feira, dia 6

0
449

Apesar de somarem nove corredores , as faixas de trânsito exclusivo para o transporte coletivo de Rio Preto  contemplam 18 importantes vias de grande fluxo. Isso porque alguns corredores são formados por duas ou mais ruas.

É o que ocorre, por exemplo, no corredor 3, que contempla as ruas XV de Novembro (sentido Centro) e Antônio de Godoy (sentido Redentora). Assim como trechos menores das ruas Tiradentes, Siqueira Campos, Saldanha Marinho e Independência. Essas duas últimas promovem a ligação desse corredor com o corredor 7 – Bernardino de Campos e General Glicério –altura da Redentora.

O corredor 1 (ruas João Mesquita e Pedro Amaral) contempla também trecho de um quarteirão na rua Boa Vista.

No caso das avenidas Alberto Andaló, Bady Bassitt e João Bernardino de Seixas, o corredor está instalado na faixa mais à direita em ambos os sentidos de direção, contabilizando uma única via por corredor.

Já os corredores da Mirassolândia e da Philadelpho Gouvea Netto se estendem para além dos limites dessas avenidas, contemplando trechos da Elias Tarraf, Valdomiro Lopes da Silva, Ernani Pires Domingues e Cenobelino de Barros Serra.

O horário de trânsito exclusivo para o transporte coletivo é , de segunda a sexta-feira, das 5h às 8h e das 16h30 às 19h30. Entre as 8h e as 16h30 o uso será compartilhado por todos os tipos de veículos automotores.

 

Estacionamento

Nas avenidas Philadelpho Gouvea Netto, João Bernardino de Seixas e Bady Bassitt fica permitido estacionar apenas depois das 20h e antes das 5h, como previsto na sinalização. A única exceção é a avenida Mirassolândia, onde será possível estacionar entre às 8h e às 16h30, atendendo a lei municipal aprovada pela Câmara em 2017.

Nas ruas e trechos de ruas contemplados por corredores – General Glicério, Bernardino de Campos, XV de Novembro, Antônio de Godoy, João Mesquita, Pedro Amaral, Boa Vista, Siqueira Campos, Tiradentes, Saldanha Marinho e Independência – o estacionamento será liberado na faixa da esquerda.

Novos Corredores Ônibus.

Veja abaixo a lista dos corredores:

 

  •  1 – Pedro Amaral (sentido bairro)/João Mesquita (sentido Centro)
  •  2 – General Glicério (sentido Centro)/Bernardino de Campos (sentido bairro) – Vila Maceno
  •  3 – XV de novembro (sentido Centro)/Antônio de Godoy (sentido bairro)
  •  4 – Alberto Andaló (ambos os sentidos de fluxo)
  •  5 – Bady Bassitt (ambos os sentidos de fluxo)
  •  6 – João Bernardino de Seixas (ambos os sentidos de fluxo)
  •  7– General Glicério (sentido bairro)/Bernardino de Campos (sentido Centro) – Vila Redentora
  • 8 – Mirassolândia (ambos os sentidos de fluxo)
  •  9 – Philadelpho Gouvea Neto (ambos os sentidos de fluxo)

 

Artigo anterior2ª edição do Zooférias está com inscrições abertas, as atividades são gratuitas
Próximo artigoOlímpia fecha 2019 com quase 3 milhões de turistas e bate recorde no Réveillon
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.