Média móvel de casos confirmados de Covid-19 cai 59% em Rio Preto

0
38
coronavírus

“No último feriado tivemos um aumento dos casos positivos nas semanas seguintes. Essa é a preocupação atual, por conta de mais um feriado prologando, onde as pessoas acabam saindo de suas casas, mantendo contato com pessoas fora do seu convívio diário. A população precisa entender que os casos só irão diminuir se tivermos a colaboração de todos”, completou Borim.

Na atualização dos casos nesta sexta-feira, dia 9, foram revelados 164 novos resultados positivos para a covid-19, sendo que 39 são por testes sorológicos e 125 pelo PCR.

Com os novos números a cidade tem até o momento 23.786 pessoas infectadas pelo coronavírus, mas 88% do total, que corresponde a 20.939 pessoas já estão recuperadas e não propagam o vírus. Outras 2.389 pessoas positivas são da área da saúde e 2.520 apresentaram complicações respiratórias mais graves da doença.

No momento o percentual de positividade para os casos leves é de 36% enquanto para os casos graves de 47%. A média móvel de casos confirmados que atingiu o pico no dia 1 de agosto com 291 registros tem no acumulado desta semana média de 116 casos, mostrando tendência de queda há pelo menos dois meses.

Gráfico apresentado pelo secretário de Saúde Aldenis Borim mostra que a distribuição de óbitos de janeiro a setembro deste ano é muito superior ao acumulado de 2017 a 2019, o que prova que grande parte das mortes está relacionada ao surgimento da covid-19.

Em julho deste ano a média de mortes foi de 486 mortes registradas na cidade, enquanto entre 2017 a 2019, foi de 303 registros, uma variação de 61%.

A taxa de ocupação de leitos de UTI em Rio Preto é de 59,45%. São 356 pacientes internados, destes 151 são positivos para covid-19 (74 em UTI e 77 em enfermarias.

 

Reorganização na Atenção Básica

O secretário de Saúde Aldenis Borim informou o novo funcionamento de algumas UBS e UPAs para o atendimento à população. A UBSF Vila Mayor e UBS Vetorazzo retornam ao atendimento normal, não prestando serviços relacionados a problemas respiratórios e Covid-19.

Seis unidades: UBSFs do Estoril Lealdade e Amizade, Solo Sagrado Anchieta, Santo Antonio e Caic/Cristo Rei atendem apenas problemas respiratórios. Já a unidade do Anchieta (nova) continua atendendo casos moderados de Covid-19 e as UPA do Jaguaré e Santo Antonio casos mais graves de Covid referenciados, quando o paciente já foi encaminhado de outra unidade.

Plano São Paulo


Aldenis Borim comentou a manutenção da região de Rio Preto na fase 3, cor amarela, do Plano São Paulo de Flexibilização. O secretário mostrou que os índices relacionados as internações e número de óbitos foram os que ainda mantiveram a cidade na atual fase.

“Estamos verde na ocupação de leitos, no número de leitos para 100 mil habitantes e número de casos. No final, é feita toda uma conta matemática para ver que fase a região vai ficar e Rio Preto continua na fase amarela”, disse.

O médico finalizou a live afirmando que sabe que as pessoas estão cansadas de ficar em casa, mas pediu atenção.

 

“Sigam as regras para nos livrarmos disso o mais rápido possível”, finalizou.

 

 

 

Artigo anteriorRio Preto amplia horário de funcionamento após reavaliação do Plano SP
Próximo artigoMadero inaugura nova unidade entre Rio Preto e Mirassol
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.