Prefeitura de Rio Preto decreta emergência em saúde pública e fecha comércio

0
169

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, decretou estado de emergência em saúde pública na cidade. O decreto 18.559 será publicado neste sábado, dia 21, no Diário Oficial do Município.

Entre as medidas tomadas está recomendar o fechamento de todos os estabelecimentos considerados não essenciais no município, a partir de 21 de março, sábado. E a obrigatoriedade a partir de segunda-feira, dia 23.

O prefeito também determinou Semae que suspenda imediatamente a cobrança de tarifa de água na faixa social, de menor renda, por 90 dias. O que beneficiará mais de 15 mil pessoas de baixa renda.

Os cortes de água de inadimplentes também serão suspensos por 60 dias a partir de segunda-feira.

Também a partir de segunda-feira, dia 23, o transporte público irá ser reduzido pela metade e os ônibus irão rodar em horários de sábado. Serão 50 carros a menos.

A campanha de vacinação contra a gripe irá começar na terça-feira, dia 24. As escolas serão preparadas para receber os idosos, evitando assim que eles ocupem as Unidades Básicas de Saúde.

Os servidores municipais, assim como os terceirizados, poderão operar em regime de teletrabalho em casa, ou na impossibilidade em formato de rodizio, a critério de cada secretário.

Rio Preto está com 60 casos suspeitos e dois confirmados.

 

Decreto Municipal paralisa Comércio de Rio Preto a partir de amanhã

O comércio da cidade de  Rio Preto será paralisado a partir desta segunda-feira, 23 de março, por força de um decreto municipal a fim de conter a propagação do novo coronavírus. A medida foi assinada na tarde de hoje no gabinete do prefeito junto a lideranças da Acirp, Sincomercio, Sincomerciários, representantes de shopping centers e empresários.

A medida contempla todos os estabelecimentos de atendimento ao público que não contenham produtos ou serviços essenciais no município. As exceções ficam por conta de farmácia, drogarias, supermercados, revendas de gás e postos de combustível.

A recomendação da Acirp é que as atividades sejam suspensas a partir deste sábado, 21, para aqueles que já estão previamente organizados. A partir de segunda-feira, 23, o fechamento é obrigatório.

“Um problema com o tamanho, complexidade e gravidade da doença causada pelo coronavirus, tem que ser enfrentado com união e coragem. O drama vivido por outros países onde ele já se instalou mostra que a vida das pessoas é prioridade. Para preservar a saúde de empresários, seus colaboradores e da população em geral, é preciso reduzir a aglomeração de pessoas e evitar o contágio. Por isto, concordamos com que se faz necessário o fechamento temporário dos estabelecimentos empresariais da cidade, contribuindo para a efetiva redução da circulação do Covid19, de tal modo que o desarranjo econômico, que virá de qualquer jeito, possa começar a ser corrigido mais rapidamente, com o mínimo de sofrimento humano possível”, comenta o presidente da Acirp, Paulo Sader.

Artigo anteriorAPAS garante álcool gel a preço de custo nos supermercados
Próximo artigoSebrae libera palestras do Startup Summit 2019 para passar a quarentena
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.